A Ministra de Estado da Saúde, Nísia Trindade Lima, visitou na última quarta-feira (01/03) a Casa de Saúde Indígena (CASAI) e o Hospital de Campanha da Força Aérea Brasileira (FAB) em Boa Vista, Roraima. Acompanhada pelo Comandante do Comando Operacional Conjunto Amazônia (Cmdo Op Cj Amz), Major-Brigadeiro do Ar Raimundo Nogueira Lopes Neto, a ministra ressaltou a importância do trabalho dos profissionais de saúde da FAB na Operação Yanomami.

Durante a visita ao Hospital de Campanha, a ministra salientou o papel fundamental da equipe de saúde da FAB em salvar vidas. O hospital é formado por uma equipe especializada em clínica médica, ortopedia, cirurgia geral, pediatria, enfermeiros, farmacêuticos e técnicos em enfermagem. Os profissionais seguem uma rotina de atendimento às crianças e adultos que chegam ao local com quadro de desnutrição, pneumonia, parasitose intestinal, malária, doença de pele, entre outras enfermidades.

i233211511604114

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

Segundo o Comandante do HCAMP, Major Médico Felipe Figueiredo, o hospital já realizou 1655 atendimentos a indígenas desde a sua inauguração em Boa Vista na CASAI. A saúde dos indígenas tem evoluído de forma satisfatória, sem registros maiores de transferências para hospitais da capital.

i233211523706189

O Secretário de Saúde Indígena do Ministério da Saúde, Ricardo Weibe Tapeba, destacou a contribuição das Forças Armadas na operação. A presença do Hospital de Campanha está sendo muito importante para desafogar a CASAI. Essa parceria tem sido fundamental. Nossa intenção é poder levar hospitais de campanha para todos os territórios do povo Yanomami.

A visita da Ministra da Saúde ao Hospital de Campanha da FAB em Boa Vista destaca a importância do trabalho dos profissionais de saúde na região Amazônica. A iniciativa da FAB contribui significativamente para a saúde e o bem-estar da população indígena, além de fortalecer o compromisso da instituição com ações sociais e humanitárias em todo o país.

Fotos: Tenente Flávia Rocha/ CECOMSAER

Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Universidade Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).