Na memorável manhã de segunda-feira, 15 de abril de 2024, a Academia da Força Aérea (AFA), situada em Pirassununga, SP, testemunhou um marco significativo na jornada de formação de seus cadetes. O Cadete Aviador Daniel Somensi, pertencente ao 2° Esquadrão do Corpo de Cadetes da Aeronáutica, Turma Athos, e integrante da Esquadrilha Áquila, completou com sucesso seu primeiro voo solo na aeronave T-25 Universal, matrícula FAB 1914.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

O Primeiro Voo Solo: Um Rito de Passagem

Este primeiro voo solo é considerado um dos momentos mais emblemáticos na carreira de um piloto militar, representando não apenas uma prova de suas habilidades e conhecimentos técnicos, mas também um rito de passagem que destaca sua transição para um estágio mais avançado de treinamento. O Cadete Somensi realizou essa etapa após uma intensa preparação teórica e prática, demonstrando competência e controle necessários para voar independentemente.

Cerimônia e Tradições

Após o pouso, uma cerimônia tradicional foi realizada para comemorar o feito. O Cadete Somensi foi recebido pelo Comandante do Corpo de Cadetes da Aeronáutica (CCAER), Coronel Aviador Allan Domingues de Mendonça, juntamente com instrutores de voo e colegas de turma. O evento incluiu a entrega do cachecol, um símbolo emblemático do voo solo, e um banho comemorativo proporcionado por um caminhão de bombeiros, seguido pelo toque do sino na entrada do 2° Esquadrão de Instrução Aérea (2° EIA), que sinaliza a conclusão bem-sucedida do voo solo.

Declaração do Cadete Somensi

Expressando sua emoção, o Cadete Somensi compartilhou: “Após meses de preparação, finalmente realizei meu primeiro voo solo. Este momento não seria possível sem todas as pessoas que me ajudaram até aqui – instrutores, amigos de turma e, especialmente, minha família, que me acompanhou durante todo o voo em meus pensamentos. Este momento é a realização de anos de sonhos e dedicação. Agradeço à Academia da Força Aérea por esta oportunidade. Obrigado a todos que tornaram este momento possível.”

Próximas Etapas no Treinamento Aéreo

Com o primeiro voo solo agora concluído, o Cadete Somensi e seus colegas continuarão a avançar em seu treinamento, que incluirá manobras e acrobacias aéreas destinadas a proporcionar um maior domínio da aeronave e prepará-los para futuros desafios operacionais.

Marcelo Barros, com informações da Agência Força Aérea
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Assessoria de Comunicação (UNIALPHAVILLE), MBA em Jornalismo Digital (UNIALPHAVILLE), Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).