O Programa de Residência Multiprofissional em Oncologia do Hospital Central do Exército (PRMO HCE) participou do XI Encontro Nacional de Residências em Saúde (ENRS), realizado nos dias 16, 17, 18 e 19 de novembro, e do I Congresso Internacional de Saúde do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Pernambuco, realizado no período de 22 de novembro a 2 de dezembro, ambos no formato online.

O ENRS é o mais significativo evento promovido pelo Movimento Nacional de Residências em Saúde, com periodicidade anual. Em sua 11ª edição, no ano de 2021, trouxe como tema central “Saúde e Democracia: Residências em Saúde como espaço de formação no e para o SUS”.

O hospital foi representado por todas as categorias profissionais vinculadas ao PRMO HCE, com 6 (seis) trabalhos aprovados. Dois destes ganharam destaque no evento sendo escolhidos para apresentação no formato oral, e seus respectivos autores convidados para um debate sobre os temas. A residente assistente social R1 Daniella Lina Gomes Moraes Pires explanou sobre os “Desafios em cuidados paliativos: experiência de residentes multiprofissionais em oncologia no Hospital Central do Exército”. O outro trabalho que ganhou destaque foi “Atuação do farmacêutico no acompanhamento farmacoterapêutico: relato de experiência na Residência Multiprofissional em Oncologia”, de autoria do residente farmacêutico R2 Gabriel Silva Catarino.

O I Congresso Internacional de Saúde trouxe como tema a inovação e a interprofissionalidade, e oportunizou um espaço de discussões acerca da necessidade de integração desses dois temas para o desenvolvimento de estratégias inovadoras para a assistência, a gestão, a educação e a pesquisa em saúde, e que a partir disso possam ser criados projetos no sentido de solucionar problemas nestes segmentos. Mais uma vez o PRMO HCE se fez presente com sete trabalhos científicos aprovados, os quais relatavam, principalmente, as experiências que a residência multiprofissional promoveu na rotina da equipe interprofissional, e os desafios desta equipe na busca por estratégias inovadoras para enfrentar a pandemia decorrente da Covid-19.

A Coordenação do Programa de Residência Multiprofissional em Oncologia do HCE reitera que o excelente resultado dos nossos estudantes nestes eventos traduz o compromisso do Hospital Central do Exército com a formação de profissionais de saúde e com o desenvolvimento técnico-científico do país.

Fonte: Hospital Central do Exército
Marcelo Barros, com informações do Exército Brasileiro
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Assessoria de Comunicação (UNIALPHAVILLE), MBA em Jornalismo Digital (UNIALPHAVILLE), Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui