Em uma demonstração contínua de seu compromisso com as comunidades mais remotas do país, a 16ª Brigada de Infantaria de Selva, conhecida como Brigada das Missões, realizou uma Ação Cívico-Social na Aldeia Barreira da Missão de Baixo, Tefé, Amazonas. Esta atividade, realizada em parceria com a Prefeitura Municipal de Tefé e o Distrito Sanitário Especial Indígena do Médio Solimões, ocorreu no contexto da celebração do Dia dos Povos Indígenas, reforçando a importância desta data e o respeito do Exército pelas tradições indígenas.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

SERVIÇOS OFERECIDOS E ATENDIMENTOS REALIZADOS

blank

Durante a ação, foram providenciados 3.252 atendimentos, incluindo serviços médicos e odontológicos, realização de exames diversos, além de palestras educativas sobre saúde e prevenção. A banda de música da brigada também se apresentou, proporcionando um momento cultural que enriqueceu a experiência para todos os envolvidos. Este evento não só ofereceu cuidados de saúde essenciais mas também uma oportunidade para o fortalecimento de laços comunitários através da música e da educação.

COMPROMISSO COM O BEM-ESTAR INDÍGENA

A realização de tais ações cívico-sociais demonstra o compromisso do Exército Brasileiro com o bem-estar dos povos indígenas, respeitando sua história, costumes e tradições. O General Tomás Miguel Miné Ribeiro Paiva, Comandante do Exército, que esteve presente em atividades similares em Atalaia do Norte em dezembro de 2023, reiterou a importância dessa proximidade entre as Forças Armadas e as comunidades indígenas, destacando o papel do Exército na promoção de saúde, educação e integração nacional.

VALORIZAÇÃO CULTURAL E LINGUÍSTICA

Além dos serviços de saúde, as ações do Exército nas comunidades indígenas são momentos para os militares e a sociedade brasileira valorizarem a rica diversidade cultural e linguística dos povos indígenas do Brasil. Essas iniciativas ajudam a preservar e celebrar o legado cultural indígena, enquanto promovem a conscientização e a inclusão dentro do espectro mais amplo da sociedade brasileira.