Imagem: PRF

Em uma cerimônia realizada em Brasília, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) foi distinguida com o Prêmio Nacional de Combate à Pirataria 2023, reconhecendo seu trabalho incansável no enfrentamento dessa modalidade criminosa. Este prêmio, um marco de excelência e compromisso com a lei, reflete a dedicação e a eficiência da PRF na proteção dos direitos de propriedade intelectual e no combate à pirataria no Brasil.

Atuação do GEFIS

O Grupo de Enfrentamento aos Crimes Contra o Fisco e a Saúde Pública (GEFIS), parte integrante da PRF, tem desempenhado um papel crucial desde 2012 nas operações de combate à pirataria em todo o território nacional. As ações do GEFIS têm sido fundamentais para coibir atividades ilegais que afetam não apenas a economia, mas também a saúde e a segurança pública.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

Reconhecimento pelo CNCP e SENACON

O Conselho Nacional de Combate à Pirataria e aos Delitos Contra a Propriedade Intelectual (CNCP), vinculado à Secretaria Nacional do Consumidor (SENACON) do Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), foi responsável pela entrega do prêmio. Este reconhecimento por um órgão tão prestigiado sublinha a importância das ações da PRF e seu impacto significativo na proteção dos direitos dos consumidores e empresários brasileiros.

Histórico de Excelência

Desde 2020, a PRF tem sido repetidamente reconhecida por sua excelência, com esta sendo a quarta ocasião em que recebe tal honraria. Este histórico de premiações enfatiza a consistência e a qualidade do trabalho da PRF no combate à pirataria, reafirmando seu papel vital como uma força policial dedicada a todos os brasileiros.

Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Universidade Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).