Na sua primeira missão de transporte de militares para participação em atividade operacional, o KC-30, maior avião da história da Força Aérea Brasileira (FAB), realizou a mobilização de 59 passageiros e 18 toneladas de carga do Rio de Janeiro (RJ) à Base Aérea Cerro Moreno, em Antofagasta, no norte do Chile, onde acontece, de 10 a 21 de outubro, a quarta edição do Exercício Aéreo Multinacional Combinado Salitre.

Enfrentando um tempo adverso e ventos fortes, o voo de batismo teve quatro horas de duração e ocorreu na manhã desse sábado (08/10), atravessando parte da vasta cadeia montanhosa da Cordilheira dos Andes até a região do Atacama, deserto mais seco do mundo.

i2210918300709928O Comandante do Segundo Esquadrão do Segundo Grupo de Transporte (2º/2º GT) – Esquadrão Corsário, Tenente-Coronel Aviador Marcos Fassarella Olivieri, informou que o KC-30 já vem cumprindo missões internacionais desde a sua incorporação à FAB em julho deste ano. “Já realizamos voos para cidades como Washington, Madrid e Lisboa, mas essa foi a primeira missão operacional, o que demonstra a retomada do transporte estratégico na Força Aérea Brasileira”, frisou.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

O Capitão Aviador Lucas Braga, piloto do 2º/2º GT, explicou que o voo foi especialmente preparado para enfrentar as especificidades geográficas da região. “A rota que fizemos demanda bastante planejamento, principalmente na questão meteorológica. A Cordilheira dos Andes é uma das maiores cadeias montanhosas do mundo, e a grande elevação provoca certas condições de turbulência por conta dos intensos ventos. Então, verificamos se esse tipo de vento e essas condições não iriam afetar a segurança do voo”, destacou.

Reabastecimento em voo

i2210107353005162Logo após o voo do KC-30, seis caças F-5M e um KC-390 Millennium voaram da Base Aérea de Canoas, no Rio Grande do Sul, até Antofagasta. O KC-390 fez o reabastecimento em voo das aeronaves de caça, transferindo 14 toneladas de combustível, permitindo que as aeronaves recebedoras permanecessem em missão por mais tempo, estendendo sua autonomia e alcance. O KC-390 consegue transferir até 25 toneladas de combustível para outras aeronaves, com uma razão mínima de, aproximadamente, 360 quilos por minuto.

Exercício Salitre IV

Em Antofagasta, a FAB participa, do Exercício Salitre IV, treinamento de combate aéreo promovido pela Força Aérea Chilena (FACh), que inclui a participação de recursos aéreos e humanos das Forças Aéreas da Argentina, Brasil e Chile, uma célula da Força Espacial dos Estados Unidos, além de observadores do Canadá, Peru, México e Uruguai, para a atuação conjunta no padrão OTAN (Organização do Tratado do Atlântico Norte).

i2210912133301562Esta é a quarta vez que a FAB atua no Exercício, cuja última versão foi realizada há oito anos, em 2014. Nesta edição, a delegação brasileira é formada por 75 militares e conta com a participação de sete aeronaves da FAB, pertencentes ao Primeiro Grupo de Aviação de Caça (1°GAVCA) – Esquadrões Jambock e Pif-Paf; ao Primeiro Esquadrão do Décimo Quarto Grupo de Aviação (1º/14º GAV) – Esquadrão Pampa; ao Primeiro Grupo de Transporte de Tropa (1º GTT) – Esquadrão Zeus; e ao Primeiro Esquadrão do Primeiro Grupo de Transporte (1º/1º GT) – Esquadrão Gordo.

Ao todo, da FAB são seis caças F-5M, um KC-390 Millennium, além do KC-30, que fez a mobilização até o Chile e fará a desmobilização da delegação brasileira no regresso ao País.

KC-30 da FAB

i22101014561109236Com a aquisição do primeiro Airbus A330-200, que foi incorporado com a matrícula FAB 2901 e será convertido em Multi Role Tanker Transport, o MRTT, a FAB aumenta sua capacidade em ações estratégicas, como reabastecimento em voo, apoio logístico e ações humanitárias, sejam elas nacionais ou internacionais. Em situações de calamidade pública, como desastres naturais, pandemias ou emergências médicas, a aeronave também poderá realizar Missões de Evacuação Aeromédica (EVAM) para um grande número de pacientes.

Duas aeronaves Airbus A330-200 foram adquiridas em processo licitatório, vencido pela empresa Azul Linhas Aéreas, e atuarão com as matrículas FAB 2901 e FAB 2902. A chegada da segunda unidade do Airbus A330-200 deve ocorrer ainda em outubro.

O KC-30, com 59 metros de comprimento, é a maior aeronave já operada pela Força Aérea Brasileira, podendo transportar até 238 passageiros, 45 toneladas de cargas e voar uma distância de 14,5 mil quilômetros. Assim, a incorporação da aeronave ao Esquadrão Corsário resultará em um significativo incremento na eficiência operacional da FAB em prol da defesa do país e do apoio ao desenvolvimento nacional.

De Antofagasta (Chile), Tenente Flávia Rocha / CECOMSAER

Fotos: FACh; Major Oliveira/1º/1ºGT, Capitão Oliveira / 1º/14 GAV e Suboficial Joelson Nery / CECOMSAER

Marcelo Barros, com informações da Agência Força Aérea
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Assessoria de Comunicação (UNIALPHAVILLE), MBA em Jornalismo Digital (UNIALPHAVILLE), Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).