blank

Google News

Para aprimorar as oportunidades de colaboração e aumentar a interoperabilidade, o Ministério da Defesa do Brasil, por meio do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas (EMCFA), recebeu comitiva da vice-diretoria de Desenvolvimento de Força Conjunta (J7), do Departamento de Defesa (DoD) dos Estados Unidos da América (EUA). O encontro ocorreu nessa terça-feira (5), na sede da pasta, na capital federal. A iniciativa contribui para a projeção do Brasil no cenário internacional de concerto entre as nações.

Entre no canal do Defesa em Foco no Whatsapp e fique por dentro de todas as notícias do dia

J7_DOD_destaque.jpg

Durante o encontro, presidido pelo subchefe de Assuntos Internacionais, General de Brigada Himario Brandão Trinas, foram apresentados temas como “Operações Conjuntas, Ajuda Humanitária, Apoio à Defesa Civil e intercâmbio J7”, “Escola Superior de Defesa” e “Desenvolvendo capacidades”.

Para o General Himario, o encontro proporcionou grandes frutos para a cooperação bilateral entre Brasil e Estados Unidos da América. “Durante a reunião, pudemos intensificar o engajamento das estruturas relacionadas à diretoria J7, especificamente nas áreas operacional, educacional e de cooperação internacional”.

A visita faz parte de estratégia de comprometimento com países aliados e parceiros dos EUA. O objetivo é promover maior engajamento das estruturas do EMCFA relacionadas à diretoria do J7, para fomentar a troca de conhecimentos e experiências.

Atualmente, a J7 conta com 21 nações: Alemanha, Austrália, Áustria, Brasil, Canadá, Coréia do Sul, Dinamarca, Espanha, Finlândia, França, Holanda, Hungria, Itália, Japão, Marrocos, Noruega, Polônia, Reino Unido, República Tcheca, Romênia e Suécia.

Pelo Brasil, esteve presente, ainda, o subchefe de Operações da Chefia de Operações Conjuntas, General de Brigada Sérgio Rezende de Queiroz. Pela parte norte-americana, o chefe da delegação, Contra-Almirante Richard Rodriguez.

j7_geral.jpg

Força Conjunta

Força Conjunta é o termo utilizado para a força composta por dois ou mais elementos das Forças Singulares, que operam sob um único comando conjunto. A Diretoria J7 tem a missão de desenvolver a Força Conjunta por meio de treinamentos e da elaboração de novos conceitos. A abordagem se dá em três principais vertentes: conhecimento, aprendizagem e inovação.

Texto: Ascom MD

Fotos: Hamilton Garcia