No dia 17 de abril, o Laboratório de Microcalorimetria (LABMICRO) do Centro de Munição da Marinha (CMM) celebrou um significativo avanço técnico. Durante uma cerimônia na Agência Naval de Segurança Nuclear e Qualidade (AgNSNQ), o LABMICRO recebeu o Atestado de Reconhecimento da Competência Técnica, marcando sua integração oficial ao Sistema de Metrologia da Marinha (SISMETROM).

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

SISMETROM: Pilares de Precisão e Conformidade

blank
Ensaio de Microcalorimetria no LABMICRO sob auditoria de representante da AgNSNQ

O SISMETROM é uma rede vital de laboratórios de ensaio e calibração operando sob a supervisão metrológica da AgNSNQ. Esta rede assegura que todos os laboratórios participantes cumpram rigorosamente a Norma DGDNTM-2105, garantindo serviços metrológicos de alta precisão e confiabilidade nas operações da Marinha.

Motivação e Impacto do Reconhecimento

A necessidade de verificações meticulosas das condições dos materiais, especialmente a estabilidade da pólvora, é uma prioridade para o CMM. Os ensaios de microcalorimetria conduzidos pelo LABMICRO são cruciais para esta finalidade. O reconhecimento agora obtido valida a confiabilidade dos ensaios realizados, proporcionando uma base sólida para decisões técnicas e operacionais dentro da Marinha.

Contexto Mais Amplo e Incentivo Institucional

A conquista do LABMICRO vem em um momento oportuno, com outras organizações militares também elevando os padrões de confiabilidade de seus laboratórios. Um exemplo é o Laboratório Radioecológico do Centro Tecnológico da Marinha, que recentemente passou por uma auditoria rigorosa e está próximo de obter seu próprio reconhecimento de competência técnica. Esta tendência sublinha um movimento mais amplo dentro das forças armadas para reforçar a precisão metrológica e a segurança operacional.

Marcelo Barros, com informações da Marinha do Brasil
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Assessoria de Comunicação (UNIALPHAVILLE), MBA em Jornalismo Digital (UNIALPHAVILLE), Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).