Resende (RJ) – O 2º Batalhão de Infantaria Leve (Aeromóvel) participou da Operação Agulhas Negras, enquadrado na 12ª Brigada de Infantaria Aeromóvel, de 8 a 14 de setembro. O Exercício, que coroa o período de Adestramento Avançado da 2ª Divisão de Exército, foi realizado nas regiões adjacentes às cidades de Areias, Quatis e Resende.

O 2º BIL, que passou a integrar a Força de Emprego Estratégico Nível 1 do Exército em 1º de março de 2022, desdobrou no terreno duas companhias de fuzileiros  aeromóveis, sendo uma compondo a Força Tarefa 6º BIL, no campo de instrução da AMAN, e outra integrando as peças de manobra da Força Tarefa 12ª Brigada de Infantaria Aeromóvel; além do seu estado-maior e da sua companhia de comando e apoio, fracionados entre as duas forças-tarefas, totalizando 380 (trezentos e oitenta) militares no terreno.

Foi realizado um assalto aeromóvel, a conquista e a manutenção de uma cabeça de ponte, com o apoio de oito aeronaves do Comando de Aviação do Exército. Na última fase do exercício, foi realizada uma junção com a 11ª Brigada de Infantaria Mecanizada e a substituição do 2º BIL em posição, pelo 4º Batalhão de Infantaria Mecanizado.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

Acompanharam as Operações o General de Exército Tomás Miguel Miné Ribeiro Paiva, Comandante Militar do Sudeste, o General de Divisão Luís Cláudio de Mattos Basto, Comandante da 2ª Divisão de Exército, e o General de Brigada Rodrigo Ferraz Silva, Comandante da 12ª Brigada de Infantaria Leve (Aeromóvel).

Fonte: 2º Batalhão de Infantaria Leve (Aeromóvel)

Marcelo Barros, com informações do Exército Brasileiro
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Assessoria de Comunicação (UNIALPHAVILLE), MBA em Jornalismo Digital (UNIALPHAVILLE), Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).