A Marinha do Brasil recentemente promoveu um projeto de grande escala na região do Baixo Amazonas, no oeste do Pará. Entre 3 e 19 de junho, médicos, dentistas e enfermeiros da Marinha realizaram milhares de atendimentos médicos, odontológicos e exames laboratoriais em Santarém, Almeirim, Porto de Moz e Portel. O total de atendimentos de saúde chegou a 552, juntamente com 404 mamografias, 143 ultrassonografias, 2.915 procedimentos de enfermagem, 774 atendimentos odontológicos e 1.097 exames laboratoriais, incluindo hemograma, HIV e beta HCG. Além disso, os pacientes receberam, gratuitamente, um total de 22.383 medicamentos.

Parceria entre Marinha e ONG Américas Amigas

blank
Navio visitou quatro municípios da região oeste do Pará, em 24 dias de viagem

Os atendimentos foram realizados a bordo do Navio-Auxiliar “Pará”, subordinado ao Comando do Grupamento de Patrulha Naval do Norte. A ação contou com a colaboração valiosa da ONG Américas Amigas. Os ribeirinhos, como Terezinha Lopes Lima, uma senhora de 77 anos que foi atendida em Santarém, expressaram sua gratidão pela qualidade do atendimento recebido. A Sra. Lima agradeceu a presença dos médicos na cidade e destacou a excelência dos profissionais de saúde presentes.

Ampliação do Atendimento Médico-Odontológico na Amazônia Oriental

O Capitão de Mar e Guerra Ondiara Barbosa, Comandante do Grupamento de Patrulha Naval do Norte, declarou que a Marinha está trabalhando para ampliar sua capacidade de levar atendimento médico-odontológico aos ribeirinhos da Amazônia Oriental. Ele afirmou que a adição de um navio-hospitalar, prevista para 2024, permitirá que mais de 10 mil pessoas sejam beneficiadas anualmente.

Segurança no Tráfego Aquaviário

Em conjunto com os serviços de saúde, a Marinha do Brasil também desenvolveu atividades pedagógicas para promover a segurança do tráfego aquaviário e a prevenção contra acidentes por escalpelamento. As palestras ministradas em comunidades de pescadores e escolas da rede pública reforçaram alertas sobre condutas de risco e foram assistidas por 1.549 pessoas, entre coordenadores pedagógicos, diretores das escolas, professores, alunos e seus responsáveis, além de barqueiros.

Marcelo Barros, com informações e imagens da Marinha do Brasil
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Assessoria de Comunicação (UNIALPHAVILLE), MBA em Jornalismo Digital (UNIALPHAVILLE), Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).