Foto: Marinha do Brasil

A Marinha do Brasil, por intermédio de sua Diretoria de Desenvolvimento Nuclear e Tecnológico (DGDNTM), informa o importante avanço no calendário de entrega ao Setor Operativo do Submarino “Humaitá”, o segundo dos quatro submarinos da classe “Riachuelo” (S-BR2) em construção, no âmbito do Programa de Desenvolvimento de Submarinos (PROSUB).

blank
Foto: Marinha do Brasil

Na manhã de ontem (31), o “Humaitá” realizou a sua flutuação operacional. Um marco de segurança que define o início da última fase do projeto de construção, executado pela Empresa Itaguaí Construções Navais (ICN). Os sistemas de segurança e operação do submarino estão prontos para as provas de aceitação de cais e de mar, os quais prosseguirão de acordo com um extenso cronograma até sua transferência definitiva para a MB, a fim de iniciar seu ciclo operativo na Esquadra brasileira.

A execução do PROSUB e as atividades relacionadas aos S-BR “Tonelero” (S42), “Angostura” (S43) e ao Submarino Convencionalmente Armado com Propulsão Nuclear (SCPN) “Álvaro Alberto” permanecem em andamento conforme planejadas e avançam em diferentes estágios de prontificação.

Marcelo Barros, com informações e imagens da Marinha do Brasil
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Assessoria de Comunicação (UNIALPHAVILLE), MBA em Jornalismo Digital (UNIALPHAVILLE), Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui