Em uma manhã ensolarada do dia 26 de julho, o Arsenal de Guerra de São Paulo (AGSP), unidade subordinada à Diretoria de Fabricação (DF), abriu suas portas para uma visita especial: o Chefe do Estado-Maior do Exército (EME), General de Exército Fernando José Santana Soares e Silva. A ocasião foi marcada pela troca de experiências e pela apresentação da capacidade industrial do AGSP, bem como as atividades desenvolvidas por essa organização militar crucial para o país.

Apresentação dos Projetos e Capacidade Industrial do AGSP

Comandando a apresentação, o Tenente-Coronel Rivelino Barata Batista de Sousa, Diretor do AGSP, guiou as autoridades em um passeio pelas instalações, apresentando os principais projetos desenvolvidos no âmbito do Arsenal. Projetos estes, que representam avanços significativos na modernização e nacionalização de equipamentos militares.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

Detalhamento do Projeto de Modernização da Viatura Cascavel e Nacionalização da Viatura Blindada Leopard

Encarregado de apresentar os detalhes do Projeto de Modernização da Viatura Cascavel e da nacionalização de itens da Viatura Blindada Leopard, o Tenente-Coronel Fábio Musetti de Sousa deu destaque aos esforços da equipe em busca de inovação e sustentabilidade. O projeto busca aprimorar a eficiência e segurança das viaturas, bem como incentivar a produção nacional de equipamentos, minimizando a dependência de importações.

Presenças Notáveis e a Importância da Visita

Estiveram presentes na visita, além do General Soares, outras autoridades militares, como o General de Divisão Pedro Celso Coelho Montenegro, Comandante da 2ª Região Militar, o General de Divisão Tales Eduardo Areco Villela, Diretor de Fabricação, o General de Brigada Jayro Rocha Júnior, 3º Subchefe do EME, e do General de Brigada Marcelo Rocha Lima, Chefe do Escritório de Projetos do Exército (EPEx).

A visita das autoridades destaca a importância das atividades do Arsenal de Guerra de São Paulo para a segurança e soberania do país. Através da modernização e nacionalização dos equipamentos, o AGSP contribui para o fortalecimento e autonomia das Forças Armadas brasileiras, reforçando a capacidade de defesa do Brasil.

article?img id=16627655&t=1690834087549
article?img id=16627748&t=1690834088593
article?img id=16627749&t=1690834088894
article?img id=16627750&t=1690834089175
article?img id=16627751&t=1690834089474
article?img id=16627752&t=1690834089754
article?img id=16627753&t=1690834090059
article?img id=16627754&t=1690834090418
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Universidade Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).