Em um importante encontro realizado no dia 15 de abril, o Comando de Operações Marítimas e Proteção da Amazônia Azul (COMPAAz) recebeu representantes do Centro Nacional de Navegação Transatlântica (Centronave), marcando um passo significativo para o fortalecimento da segurança e eficiência marítima no Brasil. A comitiva foi liderada pelo Diretor Executivo, Claudio Loureiro de Souza, e pelo Superintendente Técnico e Institucional, Capitão de Mar e Guerra Wagner de Souza Moreira.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

Sobre o Centronave

Fundado em 1907 e baseado em São Paulo, o Centronave é uma entidade associativa sem fins lucrativos que representa 18 empresas de transporte marítimo de longo curso operando no Brasil. Essas empresas são responsáveis por cerca de 97% do comércio exterior brasileiro de cargas conteinerizadas, desempenhando um papel crucial na economia nacional.

Foco da Visita

blank
Visita de representantes do Centronave

Os visitantes foram recebidos pelo Comandante do Centro de Operações Marítimas, que destacou a missão e as atividades do COMPAAz. Durante a apresentação, foi enfatizada a importância de manter um relacionamento estreito entre a Marinha do Brasil e a Comunidade Marítima para garantir a segurança dos mares brasileiros. O encontro também explorou potenciais áreas de cooperação entre o COMPAAz e o Centronave, com o objetivo de ampliar a Consciência Situacional Marítima e fortalecer as medidas de Segurança Marítima no país.

Demonstrações Técnicas

Parte integral da visita incluiu tours pelo Centro de Controle do Tráfego Marítimo e pelo Centro de Coordenação SAR Marítimo. Os representantes do Centronave tiveram a oportunidade de ver em primeira mão os sistemas avançados de monitoramento e a integração operacional entre os centros, essenciais para a coordenação eficaz de atividades de busca e salvamento, além do gerenciamento do tráfego marítimo.

Marcelo Barros, com informações da Marinha do Brasil
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Assessoria de Comunicação (UNIALPHAVILLE), MBA em Jornalismo Digital (UNIALPHAVILLE), Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).