Em uma cerimônia significativa realizada nesta quarta-feira, 06/07, a cidade de Nova Friburgo testemunhou a posse da nova diretoria do Conselho Comunitário de Segurança para o biênio 2023/2025. Este conselho, que tem desempenhado um papel vital como colaborador voluntário no monitoramento da segurança na região, viu Vinícius Domingues Cavalcante assumir a presidência, com Marco Antônio Schuenk como vice-presidente. A equipe é complementada por Jorge Eduardo M. Ribeiro, Regiliane de Oliveira Souza e Valter de Souza, que assumem cargos cruciais na direção, prometendo trabalhar em estreita colaboração com o poder público, as forças de segurança e a população local.

Presenças Notáveis na Cerimônia

A solenidade, que aconteceu nas instalações do 11º batalhão de Polícia Militar, contou com a presença de várias personalidades influentes, incluindo o Tenente-Coronel PM André de Holanda Cavalcante, o comandante do batalhão e membro nato do conselho. Além dele, outras figuras proeminentes como o vereador Isaque Demani, o secretário de Defesa Civil Alexandre Sangrar, e representantes das forças militares e conselhos comunitários vizinhos marcaram sua presença, demonstrando seu apoio e compromisso com a causa da segurança comunitária.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

O Papel Vital do Conselho

O recém-empossado presidente, Vinícius Cavalcante, destacou a importância crucial do Conselho Comunitário de Segurança na manutenção da paz e da ordem em Nova Friburgo. Ele enfatizou que o conselho serve como um canal vital de comunicação entre a sociedade friburguense e as forças de segurança pública, trabalhando incansavelmente como colaboradores voluntários não remunerados. O seu compromisso é manter os baixos índices de violência e criminalidade, garantindo assim a paz social na região.

Desafios e Perspectivas para Nova Friburgo

Nova Friburgo, uma cidade que se destaca no estado do Rio de Janeiro com uma população de 189 mil habitantes e um PIB robusto, enfrenta alguns desafios persistentes em termos de segurança. Apesar de ter índices de criminalidade significativamente mais baixos em comparação com a capital, a cidade ainda lida com problemas como roubos a residências e veículos, além de questões relacionadas à convivência urbana. O novo presidente do conselho, Cavalcante, reconhece esses desafios e vê a segurança pública como uma questão que vai além da simples atuação das forças policiais. Ele acredita que a segurança envolve uma série de fatores que afetam a tranquilidade da população local, e está comprometido em trabalhar para melhorar as condições de segurança em várias frentes, incluindo trânsito, iluminação pública e policiamento em áreas públicas.

Com informações da DefConBR