Navio-veleiro Cisne Branco da Marinha do Brasil recebe público para visitação em Belém — Foto: Divulgação/Marinha do Brasil

O Navio-Veleiro “Cisne Branco”, uma das embarcações mais emblemáticas e tradicionais da Marinha do Brasil, estará ancorado em Belém neste final de semana, proporcionando uma oportunidade única para o público. Este navio não é apenas uma embarcação; ele carrega consigo histórias, tradições e a essência da vida marítima brasileira. Aqueles que desejam embarcar em uma viagem pelo mundo náutico terão a chance de visitar o navio gratuitamente na Escadinha da Estação das Docas.

Mais do que um Navio: Uma Embaixada Flutuante

whatsapp image 2023 08 24 at 08.52.14 5
Navio-veleiro “Cisne Branco” atua na diplomacia brasileira — Foto: Divulgação/Marinha do Brasil

O “Cisne Branco” não é apenas um navio; ele é um embaixador do Brasil nos mares. Com funções diplomáticas e de relações públicas, ele representa o país em diversos eventos náuticos ao redor do mundo. Além de exibir a majestade e a elegância da Marinha Brasileira, o navio tem a missão de divulgar a vida à bordo, preservar as tradições navais e promover o conceito da Amazônia Azul. É uma verdadeira aula de história e cultura naval em movimento.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

Formando a Próxima Geração de Marinheiros

O papel do “Cisne Branco” vai além das representações diplomáticas. Ele desempenha um papel crucial na formação da próxima geração de marinheiros. A bordo, aspirantes da Escola Naval, alunos do Colégio Naval, das Escolas de Aprendizes-Marinheiros e das Escolas de Formação de Oficiais da Marinha Mercante recebem treinamento prático, aprendendo as nuances da vida marítima e as responsabilidades que vêm com ela.

Não Perca Esta Oportunidade!

Para todos em Belém e arredores, esta é uma chance imperdível. Visite o Navio-Veleiro “Cisne Branco” e mergulhe no mundo marítimo brasileiro. A visitação é gratuita e aberta a todos.

Data: sábado (26) e domingo (27)
Horário: de 10h às 15h
Local: Escadinha da Estação das Docas, Av. Mal. Hermes, em Belém (PA)

Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Universidade Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).