A Marinha do Brasil protagonizou mais uma operação de resgate bem-sucedida, demonstrando seu compromisso com a segurança marítima. Na tarde desta sexta-feira (27), equipes do Serviço de Busca e Salvamento Marítimo (SALVAMAR) Leste, operado pelo Comando do 2º Distrito Naval, em Salvador (BA), resgataram um motonauta que havia caído no mar, nas proximidades da Ilha dos Frades na Baía de Todos-os-Santos.

Atuação Rápida e Precisa

Por volta das 16h30, uma mulher que estava a bordo de uma moto aquática caiu no mar, mas conseguiu voltar à embarcação e ligar para a Capitania dos Portos da Bahia (CPBA) para informar que o condutor havia sido levado pelas correntes marítimas locais.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

Imediatamente, o SALVAMAR Leste mobilizou uma equipe de Busca e Salvamento e o Aviso de Patrulha “Dourado”, um navio da Marinha que estava próximo à área. Com eficiência e coordenação exemplares, a equipe localizou e resgatou Rafael Moura, de 40 anos, o motonauta em perigo. A passageira que acionou a CPBA também foi resgatada por uma embarcação civil.

Gratidão e Reconhecimento

resgate foto1

Rafael Moura, emocionado e grato pelo resgate, declarou: “Eu queria agradecer à Marinha do Brasil pelo apoio que me deu no acidente ocorrido hoje na Baía de Todos-os-Santos. Sem dúvida, se não fosse o resgate da Marinha, eu não sei o que poderia ocorrer. Quero agradecer de coração por essa missão de resgate.”

Compromisso com a Segurança Marítima

Este resgate exemplar representa a 29ª ocorrência de Busca e Salvamento realizada somente neste ano pelo SALVAMAR Leste, que é responsável pelos estados da Bahia e de Sergipe. O Chefe de Operações do Comando do 2º Distrito Naval, Capitão de Fragata Dhartha Dantas, ressaltou a importância de os navegantes conhecerem as regras de navegação e os contatos da Capitania dos Portos. Além disso, ele destacou a existência do número 185, que permite às autoridades saberem do ocorrido o mais rapidamente possível, possibilitando a ativação do Serviço de Busca e Salvamento para salvar vidas, como ocorreu nesse emocionante resgate.

Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Universidade Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).