Após navegar cerca de 1.500 km pelo Tramo do Norte do Rio Paraguai, a partir de Corumbá até o município de Cáceres (MT), retornou a Ladário (MS) o Navio de Assistência Hospitalar “Tenente Maximiano” nesta quinta-feira (9). O resultado dessa Operação foi a assistência de 586 pessoas de dez comunidades ribeirinhas, sendo realizados 366 atendimentos médicos e 220 odontológicos.

O apoio fez parte das Ações de Assistência Cívico-Social (ACiSo) e de Assistência médico-hospitalar (ASSHOP) da Marinha do Brasil, por meio do Comando do 6º Distrito Naval e do Comando da Flotilha de Mato Grosso, no período de 16 de janeiro a 9 de fevereiro.

numeros asshop com6dn

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

Além disso, foram realizadas ACiSo no Orfanato “Casa Lar”, em Cáceres (MT), e apresentação aos jovens do projeto “Guarda Mirim de Cáceres” sobre a carreira militar naval, formas de ingresso na Marinha e a missão de um Navio de Assistência Hospitalar. Adicionalmente, foi realizada uma palestra sobre higiene bucal às crianças das comunidades. Na oportunidade, também houve distribuição de roupas e brinquedos arrecadados pela família naval e Receita Federal.

De acordo com o Comandante do navio, Capitão-Tenente Eduardo Pontual Dubeux, é gratificante fazer parte de uma missão para prestar assistência hospitalar, voltada ao apoio à população.

“É visível em toda a tripulação o espírito de não medir esforços para sempre ajudar da melhor forma possível, pois todos sabem que o navio é a esperança para muitos ribeirinhos. É por isso que o Navio ‘Tenente Maximiano’ é conhecido na região como ‘navio da esperança’. Portanto, para mim e minha tripulação, é uma realização pessoal e profissional servir em um navio com essas características e com uma missão tão nobre”, afirmou.

whatsapp image 2023 02 09 at 19.58.05
Jovens do projeto Guarda Mirim de Cáceres/Imagens: Marinha do Brasil
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Universidade Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).