Divulgação / Defesa Civil Estadual

O Governador de Alagoas, Paulo Dantas, anunciou a chegada das equipes da Defesa Civil Nacional e do Serviço Geológico do Brasil (CPRM) para monitorar uma situação de risco iminente de colapso em uma mina no bairro do Mutange, Maceió. Este movimento vem em resposta ao agravamento do desastre ambiental causado pela Braskem, afetando cinco bairros da capital alagoana.

Medidas Preventivas e de Assistência

Em uma conversa com o Ministro do Desenvolvimento Regional, Waldez Góes, o governador destacou a possibilidade de desabamento do teto da mina 18, que poderia resultar na formação de grandes crateras. Para lidar com essa crise, Paulo Dantas convocou uma reunião do Gabinete de Crise do Governo de Alagoas. O governador determinou que todos os órgãos relacionados ao gabinete estejam preparados para ação imediata e assistência à população.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

Cobrança de Responsabilidade à Braskem

O governador Paulo Dantas enfatizou a necessidade de a Braskem assumir sua responsabilidade diante do que ele descreve como “o maior crime ambiental urbano do mundo”. A atuação do Governo de Alagoas visa garantir uma resposta efetiva e adequada para proteger os cidadãos e minimizar os impactos ambientais e sociais do desastre.

Ação Coordenada Frente ao Desastre Ambiental

A vinda da Defesa Civil Nacional e do CPRM para Maceió representa uma etapa crucial na gestão do desastre ambiental no bairro do Mutange. As medidas tomadas pelo Governo de Alagoas, em colaboração com as autoridades federais, buscam prevenir maiores danos e oferecer apoio necessário à população afetada, reforçando a importância de uma resposta rápida e coordenada em situações de crise ambiental.

Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Universidade Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).