Por Rayane Bueno

Sob a moldura do céu azul de Brasília, a Força Aérea Brasileira comemorou, nesta terça-feira (20), o 148º aniversário de Santos Dumont, o patrono da Aeronáutica brasileira. A solenidade, na Ala 1, em Brasília, foi prestigiada pelo Ministro da Defesa, Walter Souza Braga Netto, que acompanhou o Presidente da República, Jair Bolsonaro.

1626818927436.jpg

Para marcar a data, 195 personalidades civis e militares foram agraciadas com a medalha “Mérito Santos Dumont”. Entre os homenageados, o Ministro Braga Netto recebeu a condecoração. Ao parabenizar os homenageados, ele destacou a trajetória e a contribuição do “Pai da Aviação” na revolução dos transportes no mundo. “Essa comenda representa, de forma simbólica, a criação de laços de comprometimento pelo reconhecimento dos relevantes serviços prestados à Aeronáutica e à Defesa Nacional”, ressaltou.

1626818927428.jpg

O Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Carlos de Almeida Baptista Junior, enfatizou que o homenageado foi visionário mesmo em tempos desafiadores. Ao falar sobre a atuação dos militares, considerou: “Em nossas asas, 70 mil homens e mulheres de azul cumprem a missão de controlar, defender e integrar os 22 milhões de km² sob nossa responsabilidade”. E finalizou: “Sintam-se honrados em receber essa comenda, pois ela representa o mais puro exemplo do pioneirismo e do idealismo de Santos Dumont”.

1626818927438.jpg

Também prestigiaram a cerimônia militar o Vice-Presidente da República, General Hamilton Mourão, o Comandante da Base Aérea de Brasília, Coronel Aviador Jorge Marcelo Martins da Silva, entre outras autoridades.

Medalha Mérito Santos Dumont

Criada em 1956, durante as comemorações do cinquentenário do voo do 14-BIS, a comenda é um reconhecimento aos militares da Força Aérea Brasileira que se destacaram no exercício da profissão; aos militares das Forças Armadas nacionais ou estrangeiras, credores dessa homenagem; e aos cidadãos brasileiros ou estrangeiros que prestaram relevantes serviços à Aeronáutica.

1626818927434.jpg

Fotos: Alexandre Manfrim

Marcelo Barros, com informações do Ministério da Defesa
Graduado em Sistemas de Informação pela Universidade Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui