Foto: FIERN

Em uma reunião realizada no dia 19 de julho, na sede do 3º Distrito Naval, em Natal, a Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Norte (FIERN) e o Comando do 3º Distrito Naval (Com3ºDN) firmaram uma parceria estratégica. Esse acordo de cooperação técnica, assinado pelo presidente da FIERN, Amaro Sales, e pelo comandante do 3º DN, Almirante Reis Leite, promete fomentar iniciativas para o crescimento sustentável do estado.

Objetivos da Parceria

IMG 5430 scaled
Foto: FIERN

Essa parceria visa a colaboração em ações conjuntas em diversas áreas, como Economia do Mar, Cluster Tecnológico Naval, desenvolvimento sustentável e segurança do trabalho. A expectativa é que, juntos, a Federação e o 3º DN possam contribuir para o crescimento econômico e sustentável do Rio Grande do Norte. Seguindo a assinatura do acordo, será elaborado um plano de trabalho com cronograma de execução das ações e metas a serem alcançadas.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

Potencialidades Produtivas do Rio Grande do Norte e Força do Nordeste

Durante a reunião, foram discutidas as potencialidades produtivas do Rio Grande do Norte e a força da região Nordeste, em especial a relevância do estado na geração de energia renovável. Amaro Sales, presidente da FIERN, ressaltou que o Rio Grande do Norte tem um papel significativo no setor de energias renováveis, sendo responsável por 30% da geração de energia eólica de todo o Brasil. Nesse sentido, o estado passa de um problema para uma solução no cenário energético nacional.

A Importância da Educação e das Riquezas do Mar

IMG 5441 scaled
Foto: FIERN

Amaro Sales também enfatizou a importância da educação para o desenvolvimento social e econômico e para a redução das desigualdades. Segundo ele, o Sistema FIERN, por meio das SESI Escolas e das SESI TECs, dá uma contribuição muito importante para esse desenvolvimento.

O Almirante Reis Leite, por sua vez, destacou o papel crucial do mar no desenvolvimento econômico do país. Ele afirmou que o mar brasileiro, com suas inúmeras riquezas, pode ser aproveitado de diversas maneiras para trazer benefícios para o país. A Marinha, portanto, trabalha para garantir que essas oportunidades sejam efetivamente aproveitadas.

IMG 5410 scaled
Foto: FIERN

Com informações da FIERN

Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Universidade Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).