O Exército Brasileiro realizou, pela primeira vez, o 1º Estágio Geral para Assessores Jurídicos, que reuniu 139 assessores dos mais variados órgãos e unidades da instituição. O evento, realizado entre os dias 27 e 31 de março, no Quartel-General em Brasília, teve como objetivo estabelecer e difundir diretrizes e conceber estratégias para a padronização de procedimentos de assessoramento jurídico no âmbito do Exército.

O estágio contou com a presença do Ministro do Supremo Tribunal Militar, General Marco Antônio de Farias, que proferiu a aula inaugural e destacou a importância da atividade para a instituição. Segundo o ministro, o evento contribuiu muito para a sedimentação das medidas e procedimentos jurídicos dentro da Força, ressaltando a necessidade de termos segurança jurídica para qualquer atividade.

Além disso, a advogada da União, Ana Karenina Silva Ramalho, também participou do evento e discorreu sobre as atividades da Advocacia-Geral da União (AGU) e a articulação desenvolvida entre o órgão e o Exército. Ramalho destacou que o estágio oportunizou uma conversa direta entre a AGU e aqueles que atuam no fornecimento de subsídios para a defesa da União.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

O evento também contou com a presença de diversas autoridades, como o Presidente do Superior Tribunal Militar, Tenente-Brigadeiro-do-Ar Francisco Joseli Parente Camelo, o Chefe da Secretaria de Economia e Finanças do Exército, General de Exército Sérgio da Costa Negraes, e o Chefe do Gabinete do Comandante do Exército, General de Divisão Francisco Humberto Montenegro Junior.

A iniciativa do Exército Brasileiro em fortalecer o intercâmbio de informações, estabelecer diretrizes e padronizar procedimentos de assessoramento jurídico é um passo importante para aprimorar o sistema jurídico da instituição, que tem um papel fundamental na defesa do país e de sua soberania.

article?img id=16566322&t=1680541461980
article?img id=16566341&t=1680541462866
article?img id=16566342&t=1680541463632
article?img id=16566343&t=1680541464525
article?img id=16566344&t=1680541465384
article?img id=16566345&t=1680541466194
article?img id=16566346&t=1680541467104
article?img id=16566347&t=1680541467982
article?img id=16566353&t=1680541468875
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Universidade Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).