Brasil e Israel tratam de parceria para exploração espacial

blank
Yossi Shelley explicou que o projeto deve ser implementado no período de até 5 anos - Foto: Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações

O ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, Marcos Pontes, recebeu o embaixador de Israel no Brasil, Yossi Shelley, para tratar da parceria científica educacional sobre o programa Beresheet – chegada do homem à Lua.

Para o ministro Marcos Pontes, a cooperação bilateral na área espacial entre Brasil e Israel tem “caminhos abertos” para avançar, destacando a importância, inclusive, do investimento a ser feito que ficará na indústria local, o que significa uma alavancagem tecnológica que pertencerá ao Brasil.

“Nós temos esse projeto, que chama Beresheet Gênesis, para lançarmos satélites juntos e pousar um na Lua com as duas bandeiras – de Israel e do Brasil, esse é o objetivo –, mas antes disso, temos educação nas escolas, temos desenvolvimento da tecnologia, e construir esse satélite aqui no Brasil, gerar emprego e também acrescentar know how à tecnologia aqui do Brasil na área de satélite que Israel está bem desenvolvido”, ressaltou o embaixador de Israel.

Yossi Shelley explicou que o projeto deve ser implementado no período de até 5 anos e que contará com diversos atores para a implementação, tanto públicos como privados.

Os projetos de cooperação espacial entre os países poderão ser desenvolvidos nas áreas de operações de satélite e aplicações; observação da Terra, incluindo ciências e monitoramento; sistemas de exploração espacial, incluindo robótica, rovers e sistemas ópticos; e desenvolvimento e demonstração de tecnologia.

Com informações do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações

Assine nossa Newsletter


Receba todo final de tarde as últimas notícias do Defesa em Foco em seu e-mail, é de graça!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui