Alunos do Curso de Operações Especiais da PM recebem instruções de Inteligência na SSP

A Chefia Especial de Inteligência da Secretaria de Estado da Segurança Pública concluiu, nesta quarta-feira (09), o Curso Básico de Inteligência (CBI) para os futuros caveiras da Polícia Militar. As instruções foram realizadas de forma conjunta com a Chefia Integrada de Ensino da SSP e aconteceram na sede do órgão estadual, no Centro de Maceió.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

O CBI tem por objetivo geral transmitir os aspectos introdutórios e históricos, compreendendo os fundamentos doutrinários das atividades de inteligência de Segurança Pública a fim de capacitar e dotar os profissionais de conhecimentos e habilidades que contribuirão para uma ação mais eficiente na preservação ou manutenção da ordem pública.


Nos siga no Instagram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de Maceió.

O chefe especial de inteligência, major Raumário Gerônimo, falou da importância da instrução para os alunos do Curso de Operações Especiais (Coesp), que chega à sua terceira edição em Alagoas e é coordenado pelo Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope). Segundo o oficial, o aprendizado adquirido pelos policiais possibilitará uma maior atuação no enfrentamento aos crimes de alta complexidade.

“A Segurança Pública de Alagoas tem sido referência para todo o país na área da inteligência e essas instruções são de fundamental importância para a qualificação desses profissionais, que poderão contribuir ainda mais no combate à criminalidade. O trabalho integrado que o serviço de inteligência das forças de segurança realiza, tem surtido um efeito muito positivo para o estado e isso é visto com a redução dos índices de criminalidade. Possibilitar que eles tenham conhecimento de como temos atuado frente às organizações criminosas facilitará ainda mais o trabalho desempenhado”, afirmou o major Raumário.

Atualmente o Coesp, conta com onze alunos, sendo seis da PM de Alagoas e os demais oriundos da Polícia Federal e das Polícias Militares de Pernambuco, Sergipe e Paraíba. Ao todo, o curso, que foi iniciado em abril deste ano, tem 972 horas-aulas. A especialização torna os alunos aptos a atuar no emprego de táticas e técnicas modernas em missões de caráter especial, em áreas urbanas ou rurais.





Maceió em Foco