No domingo, 16 de julho, um espetáculo de solidariedade alçou voo: duas aeronaves C-98 Caravan da Força Aérea Brasileira (FAB) decolaram com destino a Auaris, na Terra Indígena Yanomami (TIY), em Roraima. A missão? Levar três profissionais especializados em epidemias e cerca de 700 kg de insumos médicos para combater um surto diarreico que aflige os indígenas da região.

Solidariedade em Asas: o Apoio do Comando Conjunto Ágata Norte

Diante da emergência, a FAB se prontificou a atuar. “De imediato, o Comando Conjunto prestou todo o apoio necessário no que diz respeito ao transporte logístico e nos colocamos à disposição do Ministério da Saúde para qualquer outra eventualidade ou necessidade de apoio”, pontuou o Subcomandante do Comando Conjunto Ágata Fronteira Norte, General de Brigada Carlos Alberto Rodrigues Pimentel.

A Missão EPISUS: Pesquisa e Combate à Epidemia

blank

Os profissionais especializados que foram levados pela FAB fazem parte do Programa de Treinamento em Epidemiologia Aplicada aos Serviços do Sistema Único de Saúde (EPISUS). A missão deles é vital: realizarão estudos para identificar a origem do surto que tem afetado os indígenas da região. Essa identificação é o primeiro passo para desenvolver uma estratégia eficaz para conter a epidemia e impedir que ela se espalhe ainda mais.

Atuando no Coração da Crise

O Polo Base de Auaris, localizado no extremo noroeste do Estado de Roraima, na fronteira com a Venezuela, e distante 443 quilômetros da capital Boa Vista, é uma região prioritária na Emergência de Saúde Pública de Importância Nacional (ESPIN). Devido à elevada ocorrência de casos, a ação requer atendimento de urgência. O Comando Conjunto Ágata Norte está em forte atuação na área, respondendo prontamente a essa situação de emergência com a rapidez e eficiência que a situação demanda.

Marcelo Barros, com informações da Agência Força Aérea
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Assessoria de Comunicação (UNIALPHAVILLE), MBA em Jornalismo Digital (UNIALPHAVILLE), Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).