Alunos assumem funções a bordo supervisionados pela tripulação

No dia 23 de janeiro, durante a comissão com Aspirantes da Escola Naval, o Veleiro Oceânico “João das Botas” recebeu nove alunos e instrutores da Escola de Vela Ícaro, do Iate Clube de Porto Belo (Santa Catarina). A Escola é um projeto social que tem apoio da Prefeitura local e insere jovens do sistema público de ensino nos esportes.

Após visitação interna, foi conduzida uma velejada, na qual os alunos exerceram diferentes funções a bordo, contando com a orientação da tripulação, além de receberem informações sobre a importância do mar e formas de ingresso na Marinha.

O evento foi positivo para estreitar os laços da comunidade náutica local com a Marinha, aumentando a consciência marítima, tanto das crianças e instrutores da Escola de Vela quanto dos membros do Clube e sociedade da região, que acompanharam a velejada em suas embarcações.

 

Marcelo Barros, com informações da Marinha do Brasil
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Assessoria de Comunicação (UNIALPHAVILLE), MBA em Jornalismo Digital (UNIALPHAVILLE), Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui