No dia 15 de dezembro, uma aeronave KC-390 Millennium, nova aeronave da Força Aérea Brasileira (FAB), decolou da Base Aérea dos Afonsos na Zona Oeste da capital fluminense, para, sob coordenação da Brigada de Infantaria Pára-quedista (Bda Inf Pqdt), cumprir uma missão inédita, a realização do salto por oficiais-generais, pela primeira vez na aeronave. O que ocorreu na zona de lançamento dos Afonsos.

O KC-390 Millennium foi desenvolvido em uma parceria entre a FAB e a Embraer e é considerado o maior avião militar produzido no Brasil. A aeronave foi incorporada há pouco mais de um ano à FAB para o cumprimento de diversas missões e desde o dia 12 de dezembro foi acrescentado às suas capacidades o salto aeroterrestre.

O Comandante Militar do Leste, General de Exército José Eduardo Pereira, logo após a sua aterragem, falou sobre as suas impressões a respeito na aeronave: “Nós estamos fazendo um salto de confirmação da aeronave, chamamos de amostragem técnica do salto. Estamos saltando com os paraquedistas que estão sendo credenciados para a Operação Culminating que será realizada nós Estados Unidos da América. São poucos os paraquedistas que saltaram dessa aeronave e eu me sinto privilegiado. O salto foi de porta, como saltávamos do C-130 Hércules, porém a porta tem um defletor que o salto parece como o de rampa. A gente não sente muito vento e não precisa empurrar a porta. Você realiza o salto com muito mais emoção”.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

Também realizaram o salto, o Chefe do Departamento de Educação e Cultura do Exército, General de Exército Tomás Miguel Miné Ribeiro Paiva, o Comandante da Bda Inf Pqdt, General de Brigada Helder de Freitas Braga, o Chefe do Estado-Maior do Comando Militar do Leste, General de Brigada Eduardo Tavares Martins e outros oficiais-generais convidados.

article 2 13

Fonte: CML
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Universidade Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).