O Tenente-Brigadeiro do Ar Carlos de Almeida Baptista Junior transmitiu o cargo de Comandante da Força Aérea Brasileira (FAB) ao Tenente-Brigadeiro do Ar Marcelo Kanitz Damasceno, durante cerimônia que ocorreu nesta segunda-feira (02/01), na Base Aérea de Brasília (BABR).

 

A solenidade de passagem de comando também marcou a despedida do serviço ativo do Tenente-Brigadeiro Baptista Junior – que esteve à frente da instituição desde abril de 2021.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

 

Clique aqui para baixar a imagem originalA cerimônia, presidida pelo novo Ministro da Defesa, José Múcio Monteiro Filho, contou com a presença do Comandante da Marinha do Brasil Interino, Almirante de Esquadra Marcos Sampaio Olsen; do Comandante do Exército Brasileiro, General de Exército Júlio Cesar de Arruda; dos Membros do Alto-Comando da Marinha, do Exército e da Aeronáutica; do Ex-Ministro da Aeronáutica Tenente-Brigadeiro do Ar Lélio Viana Lôbo. O evento contou também com a presença do Ex-Comandante da Aeronáutica Tenente-Brigadeiro do Ar Carlos de Almeida Baptista, que é pai do Tenente-Brigadeiro Baptista Junior e esteve à frente da FAB de 21 de Dezembro de 1999 a 02 de Janeiro de 2003. Além disso, estiveram na solenidade os seguintes Ex-Comandantes da Aeronáutica: Tenentes-Brigadeiros do Ar Juniti Saito, Nivaldo Luiz Rossato e Antonio Carlos Moretti Bermudez, bem como Oficiais-Generais das Forças Armadas e convidados.

 

Com mais de 47 anos de dedicação à FAB, o Tenente-Brigadeiro Baptista Clique aqui para baixar a imagem originalJunior passou às mãos do Tenente-Brigadeiro Damasceno o Bastão de Comando. Em seu discurso, emocionado, agradeceu a todos que contribuíram com a sua história dentro da Força: “Hoje, em meu último gesto como Comandante da Aeronáutica, minha continência selará a passagem das autoridades e responsabilidades que recebi de meu antecessor ao nosso novo Comandante e líder, Tenente-Brigadeiro Marcelo Kanitz Damasceno, amigo de muitas décadas, a quem empenho meu apoio e votos de muito sucesso na nova fase da vida”, sublinhou.

 

Na oportunidade, o Tenente-Brigadeiro Baptista Junior também agradeceu aos inúmeros amigos que fez, àqueles aos quais pôde liderar e aos que se fizeram líderes em seu coração. “Ao efetivo de militares e civis da Aeronáutica, durante todo meu tempo como militar da ativa, espero estar deixando um pouquinho de mim em vocês. Com certeza, levo vocês comigo, para sempre, em meu coração”, acrescentou.

 

Clique aqui para baixar a imagem originalPor sua vez, o Tenente-Brigadeiro Damasceno destacou: “É com brilho nos olhos e orgulho no coração, que todos os que aqui se encontram testemunham que as mesmas oportunidades franqueadas ao filho de um Brigadeiro, tenham sido igualmente oferecidas ao descendente de um Sargento. Dois amigos, quase irmãos; um nordestino, outro gaúcho; um caçador, outro patrulheiro; um tricolor, outro colorado. Singelas diferenças, mas muitas coincidências e convergências. Ambos colegas de turma, naqueles longínquos idos da década de 70, no Colégio Militar de Porto Alegre, dois devotados de corpo e alma à Força Aérea”, declarou.

 

Clique aqui para baixar a imagem originalO novo Ministro da Defesa frisou a importância da Força Aérea para a Nação e pontuou sobre o seu dever junto às Forças Armadas. “Reposto o meu compromisso de manter as bem-sucedidas iniciativas dos meus antecessores, uma busca incessante da manutenção dos programas e projetos de reaparelhamento de todos os ramos das Forças Armadas no incremento das capacidades operacionais do Ministério da Defesa, do desenvolvimento científico e tecnológico em prol do cumprimento das nossas missões institucionais na interação de todos os setores da sociedade e da cooperação internacional em todos os níveis”, enfatizou.

 

Clique aqui para baixar a imagem originalA solenidade foi abrilhantada, ainda, por aeronaves operacionais da FAB que sobrevoaram a Base Aérea de Brasília, como o KC-390 Millennium, o F-39 Gripen, o F5-M, o E-99, R-99 e o C-99.

 

Passagem de Bastão de Comando

 

O Bastão é símbolo de autoridade e insígnia de comando. É oriundo de tempos remotos, utilizado por reis e grandes capitães. Em campanha, as batalhas só se iniciavam quando o monarca ou o general-em-chefe fazia o sinal com o bastão. Assim, o ato de transmissão de posse deste bastão simboliza o início de um novo ciclo de comando da Força Aérea Brasileira.

Homenagem

 

Na mesma solenidade, foram prestadas homenagens ao Tenente-Brigadeiro Baptista Junior. Como símbolo do ato de despedida do serviço ativo e gesto de reconhecimento e respeito, o Cadete Aviador David Saraiva Machado entregou ao Oficial-General, para custódia definitiva, o Espadim de Cadete da Aeronáutica, marco inicial de sua carreira.

 

Na sequência, o Ex-Comandante foi agraciado com a insígnia de Tenente-Brigadeiro do Ar, oferecida pelos Majores Aviadores Nilson Rafael Oliveira Gasparello e Rodrigo Menacho Rosa, Oficiais que o Clique aqui para baixar a imagem originalacompanharam como assistentes nos últimos meses da carreira. Por fim, o novo Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro Damasceno, e sua esposa, senhora Thaís Budó, entregaram ao Tenente-Brigadeiro Baptista Junior e sua esposa, Cristiane Baptista, respectivamente, uma lembrança da Força Aérea Brasileira, como símbolo do dever cumprido, e um buquê de flores, como gesto de carinho e consideração.

 

Sobre o novo Comandante

 

Natural de Canoas, no Rio Grande do Sul, o Tenente-Brigadeiro Damasceno ingressou na FAB em março de 1976, sendo promovido ao posto de Tenente-Brigadeiro em 2018.

 

Com uma história de vida militar de mais de quatro décadas dedicada à Força Aérea, o novo Comandante chefiou e dirigiu diferentes Organizações Militares (OM), tendo sido Chefe da Seção de Operações do Segundo Esquadrão do Sétimo Grupo de Aviação (2º/7º GAV) – Esquadrão Phoenix; Chefe da Seção de Instrução e Doutrina do Grupo de Transporte Especial; Quarta Subchefia do Estado-Maior da Aeronáutica (4SC-EMAER); Assistente de Ministro da Aeronáutica; Assessor Parlamentar do Comando da Aeronáutica; Chefe da GC-2 do Gabinete do Comandante da Aeronáutica (GABAER); Assistente do Comandante da Aeronáutica; Comandante do Grupo de Transporte Especial (GTE); Chefe da Divisão de Relações Públicas do Centro de Comunicação Social da Clique aqui para baixar a imagem originalAeronáutica (CECOMSAER); Comandante da Base Aérea de Brasília (BABR); Adido de Defesa e de Aeronáutica junto à Embaixada do Brasil em Paris (França); Adido de Defesa e de Aeronáutica junto à Embaixada do Brasil em Bruxelas (Bélgica); Chefe do Centro de Comunicação Social da Aeronáutica (CECOMSAER); Comandante do Quarto Comando Aéreo Regional (IV COMAR); Chefe do Gabinete do Comandante da Aeronáutica; Secretário de Economia, Finanças e Administração da Aeronáutica (SEFA), e o último cargo assumido pelo Oficial-General foi o de Chefe do Estado-Maior da Aeronáutica (EMAER), no qual esteve à frente desde 2020.

 

O Tenente-Brigadeiro Damasceno é piloto operacional nas Aviações de Patrulha, Asas Rotativas e Transporte, e possui cerca de 6 mil horas de voos nas seguintes aeronaves: TZ-13; T-23; T-25; C-95; P-95; U-7; VU-93; UH-50; VH-55; e VC-96.

 

Descerramento da Foto 

 

Na manhã desta segunda-feira (02), aconteceu também, em Brasília (DF), a cerimônia militar de descerramento da foto do Tenente-Brigadeiro do Ar Carlos de Almeida Baptista Junior, na Galeria de Retratos de Ministros e Comandantes da Aeronáutica. O Tenente-Brigadeiro do Ar Marcelo Kanitz Damasceno, antes de assumir o Comando da Aeronáutica, acompanhou a cerimônia. Também prestigiaram o momento membros do Alto-Comando da Aeronáutica e outros Oficiais-Generais.

 

A Galeria de Retratos das personalidades que conduziram o destino da Instituição, durante mais de oito décadas, está localizada na portaria A do prédio principal do Comando da Aeronáutica.  Ao redor, estão o quadro “Preito aos Jambocks”, em homenagem aos heróis da Segunda Guerra Mundial, e as obras “Batismo de Fogo” e “Os Pioneiros”, confeccionadas e ofertadas pelo artista plástico Coronel do Exército Pedro Paulo Cantalice Estigarríbia.

 

Texto: Tenente Jornalista Flávia Rocha

 

Fotos: Suboficial Joelson Nery, Sargento  Bianca Viol e Sargento Viegas / CECOMSAER

Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Universidade Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).