Em uma importante iniciativa para aprimorar a resposta global a emergências nucleares e radiológicas, o Exército Brasileiro se juntou a representantes de várias nações para participar do Curso Regional de Primeiros Respondedores em Emergências Nucleares e Radiológicas. A formação ocorreu em Buenos Aires, Argentina, de 15 a 19 de maio, contando com a participação do Primeiro-Tenente Daniel de Souza Leão da Rocha Pereira, do 1º Batalhão de Defesa Química, Biológica, Radiológica e Nuclear (1ºBtl DQBRN).

Ampla Representatividade Internacional

Além do Brasil, o Curso contou com a participação de 37 representantes das forças de segurança de 17 outros países, incluindo Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Costa Rica, Cuba, Equador, Guatemala, Honduras, México, Nicarágua, Panamá, Paraguai, Peru, República Dominicana, Uruguai e Venezuela. A diversidade de nações participantes demonstra a relevância global do tema e a necessidade de cooperação internacional para responder eficazmente a emergências radiológicas.

Objetivos do Curso e Atividades

O evento foi ministrado pela Autoridade Reguladora Nuclear (ARN) da Argentina e coordenado pela Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA). O principal objetivo do curso foi capacitar profissionais na preparação e resposta a casos de emergência radiológica. Além disso, proporcionou uma excelente oportunidade para compartilhar técnicas, táticas e procedimentos que podem aprimorar as operações de defesa radiológica e nuclear. As atividades do curso incluíram palestras, sessões de trabalho e um exercício de campo realizado na Brigada de Riscos Especiais da Polícia Federal da Argentina.