A Escola de Aprendizes-Marinheiros do Espírito Santo (EAMES), entre os dias 18 e 22 de setembro, tornou-se o palco de um evento significativo para a formação e aprimoramento físico dos militares. A instituição sediou a II Clínica de Treinamento Físico Militar Integrado, uma iniciativa que faz parte do Programa de Orientação e Apoio ao Treinamento Físico Militar (PROA-TFM). O evento foi conduzido pela equipe especializada do Centro de Educação Física Almirante Adalberto Nunes (CEFAN).

Modalidades e Atividades

Durante a clínica, os participantes tiveram a oportunidade de se envolver em uma série de atividades que visavam aprimorar suas habilidades físicas e técnicas. Foram realizadas palestras e aulas teóricas/práticas abordando diversas modalidades esportivas. Entre elas, destacam-se a corrida, a natação e o treinamento funcional. Estas atividades foram direcionadas tanto para os militares em serviço quanto para os alunos da EAMES, reforçando a importância do preparo físico na rotina militar.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

Benefícios e Impactos da Atividade Física

A II Clínica de Treinamento não se limitou apenas a exercícios práticos. O evento também teve como objetivo promover a atualização técnica para os profissionais de Educação Física. Além disso, buscou-se destacar a relevância da atividade física para a qualidade de vida dos militares. A prática esportiva regular é vista como essencial para manter a prontidão operativa, uma característica crucial para o emprego imediato dos militares da Marinha do Brasil.

A realização da II Clínica de Treinamento Físico Militar Integrado na EAMES reforça o compromisso da Marinha em garantir que seus militares estejam sempre preparados e em excelente forma física. Através de eventos como este, a Marinha do Brasil destaca a importância da atividade física e da prática esportiva, não apenas como uma necessidade operacional, mas também como um pilar fundamental para a saúde e bem-estar de seus membros.

Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Universidade Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).