O Coordenador da Área Marítima do Atlântico Sul (CAMAS), Contra-Almirante Enrique Antonio Balbi, da Armada Argentina, visitou o Brasil pela primeira vez desde que assumiu o cargo em fevereiro deste ano. A visita faz parte de um calendário protocolar de visitas operativas às Marinhas da Argentina, Paraguai, Brasil e Uruguai, que compõem a Área Marítima do Atlântico Sul (AMAS). A comitiva do CAMAS é composta por oficiais assessores pertencentes às Marinhas dos Estados-Membros da AMAS.

A programação incluiu visitas às instalações do Complexo Naval de Itaguaí, no Rio de Janeiro, e ao Comando Local de Controle Operativo (COLCO) Brasil, onde foram discutidos temas como a atualização da doutrina de Controle Naval do Tráfego Marítimo e procedimentos para prover a segurança do tráfego marítimo e o incremento da consciência situacional marítima.

O CAMAS tem a missão de coordenar ações de direção, monitoramento e defesa do comércio marítimo, pesca e atividades nas águas jurisdicionais dos países integrantes da AMAS. Essas visitas operativas têm como objetivo reforçar os laços de amizade e manter a unicidade de comunicação entre as Marinhas. A comitiva visitou as Marinhas do Paraguai e do Uruguai em março e abril, respectivamente.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

A AMAS foi estruturada em 1967 e tem como propósito coordenar ações dos países americanos quanto ao Controle Naval do Tráfego Marítimo continental, estabelecendo um sistema integrado com o COLCO. O cargo de CAMAS é exercido por um Contra-Almirante, em sistema de rodízio bianual entre as Marinhas de Argentina, Brasil e Uruguai.

Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Universidade Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).