Empurrador “Jaú” atenderá às atividades de desatracação e docagem dos navios do Comando da Flotilha do Amazonas

A Estação Naval do Rio Negro (ENRN), organização militar subordinada ao Comando do 9°Distrito Naval (Com9°DN), realizou, em 8 de novembro, a cerimônia de Recebimento do Rebocador Portuário “Jaú”, no Estaleiro “Bibi Eireli”, em Manaus (AM).

A construção da embarcação foi iniciada em outubro de 2020 e a produção ocorreu exclusivamente com mão de obra local. O meio naval tem 16 metros de comprimento, com calado de dois metros e dispõe de uma tripulação de seis militares.

O empurrador foi desenvolvido para atender às atividades de apoio logístico móvel, auxiliando em manobras como os momentos de atracação, desatracação e docagem dos navios do Comando da Flotilha do Amazonas e do Centro de Hidrografia e Navegação do Nordeste, em razão das características distintas das demais embarcações: tamanho reduzido, grande potência e grande mobilidade. O seu nome, de origem Tupi-Guarani, é originário de um peixe também conhecido como jundiá-da-lagoa, que habita as bacias do Rio Amazonas e do Rio Paraná.

blank
Descerramento da placa durante a cerimônia no Empurrador “Jaú”
Marcelo Barros, com informações da Marinha do Brasil
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Assessoria de Comunicação (UNIALPHAVILLE), MBA em Jornalismo Digital (UNIALPHAVILLE), Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui