Google News

blank

O avanço dos ataques cibernéticos eleva o preço das apólices de seguro e faz o setor rever suas coberturas. A Comissão de Valores Mobiliários registrou um aumento de 220% nos casos contra empresas brasileiras, somente no primeiro semestre de 2021, na comparação com o mesmo período do ano passado. O vice-presidente da corretora THB, Enzo Ferracini, destaca ações profissionais e de baixo risco dos criminosos. “Grandes quadrilhas muito bem aparelhadas em termos de tecnologia, muitas delas, a maioria, atuando fora do Brasil, e causando grande impacto financeiro no mercado em geral”, comenta.

Com informações do repórter Marcelos Mattos, da Jovem PAN

Fonte: DCiber.org