Foto: AVFAB

No coração da Base Aérea de São Paulo (BASP), um emocionante projeto de restauração teve início nesta quinta-feira, 27 de abril de 2024, promovido pela Associação dos Veteranos da Força Aérea Brasileira (AVFAB). Com o objetivo de preservar e revitalizar duas aeronaves históricas, que por anos serviram de monumentos na base, a iniciativa simboliza um resgate cultural e histórico importante para a Força Aérea Brasileira e para o país.

Veteranos e Comunidade Aeronáutica Unem Forças

blank
Foto: AVFAB

A operação de hoje focou na aeronave T-6 FAB 1478, que passou por um meticuloso processo de lavagem preparatória para as próximas etapas de lixamento e pintura. A atividade contou com a participação ativa e abnegada de veteranos da FAB, demonstrando a união e o espírito de corpo ainda vivo entre os membros da força. Entre os presentes, destacaram-se o Coronel Aviador Tiago, Comandante da BASP, e o Sargento-Mestre Humberto, ambos oferecendo suporte crucial para o avanço do projeto.

Esforços Conjuntos e Apoio Comunitário

Foto: AVFAB

O sucesso inicial do projeto deve muito à liderança e visão de figuras como o veterano Jota A e o presidente da AVFAB, veterano Fratti, que, juntamente com o Cel. Tiago e o SO. Humberto, foram os principais idealizadores dessa iniciativa. A restauração dessas aeronaves não apenas enaltece o legado da aviação militar brasileira, mas também reforça a conexão entre as gerações passadas e futuras de aviadores e entusiastas da aviação.

Participe e Contribua para a Restauração

A AVFAB faz um chamado especial à comunidade para que contribua com este projeto valioso. Doações de qualquer valor são bem-vindas e podem ser realizadas via PIX, utilizando a chave CNPJ 30910237000170, com a descrição “AVIÃO” para facilitar a identificação das contribuições. Este é um momento de mobilização para todos que valorizam a história e a cultura aeronáutica, oferecendo uma chance única de fazer parte da preservação de nosso patrimônio. (PIX na ajuda disponível para conferência no Instagram da AVFAB https://www.instagram.com/p/C6SchThtgay/?igsh=eDVyZTYxdjdxN3Uz)

A Importância da Preservação Histórica Aeronáutica

Esta iniciativa não apenas restaura aeronaves; ela revive histórias, memórias e preserva a rica tradição da aviação militar no Brasil. Projetos como este são fundamentais para educar as novas gerações sobre as conquistas e desafios enfrentados pelos pioneiros da aviação nacional e internacional, incentivando o respeito e a admiração pela nossa história aeronáutica.

Marcelo Barros
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Universidade Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).