O Hospital de Campanha (HCamp) da Marinha do Brasil, estabelecido na cidade de Guaíba, Rio Grande do Sul, inicia seus serviços nesta quinta-feira, 9 de maio de 2024. Este esforço é parte da resposta coordenada às severas chuvas e enchentes que têm impactado a região nas últimas semanas. A instalação temporária, localizada na Avenida Nestor de Moura Jardim, 417, Parque 35, foi estruturada para operar diariamente das 8h às 17h, fornecendo cuidados médicos essenciais à comunidade local e às áreas vizinhas.

CAPACIDADE E ESPECIALIDADES DO HOSPITAL

blank

O HCamp dispõe de mais de 40 leitos adaptados para diversas necessidades, incluindo internação de curta permanência, estabilização de pacientes críticos equipados com respiradores e desfibriladores, além de espaços para realização de procedimentos cirúrgicos leves. A equipe de 43 profissionais de saúde inclui médicos, enfermeiros, um psicólogo e outros especialistas, cobrindo áreas como Clínica Médica, Pediatria, Ortopedia e Cirurgia Geral.

EXPERIÊNCIA COMPROVADA EM CUIDADOS EMERGENCIAIS

A Unidade Médica Expedicionária da Marinha (UMEM), responsável pela montagem e operação do HCamp, possui um histórico robusto de atuação em situações de desastre, tanto no Brasil quanto no exterior. Desde seu início operacional em 2010, a UMEM já foi crucial em diversas operações de emergência, como no terremoto no Chile em 2010 e em respostas a temporais na Região Serrana do Rio de Janeiro e mais recentemente em São Sebastião (SP).

AMPLIAÇÃO DO APOIO DA FORÇA NAVAL

Este hospital de campanha é um reforço vital no apoio contínuo que a Marinha do Brasil tem prestado ao Rio Grande do Sul desde o início das enchentes em abril. A estrutura não apenas complementa os serviços de saúde locais, mas também representa a dedicação contínua da Força Naval em servir a população em momentos de extrema necessidade.

Marcelo Barros, com informações da Marinha do Brasil
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Assessoria de Comunicação (UNIALPHAVILLE), MBA em Jornalismo Digital (UNIALPHAVILLE), Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).