Equipe da Operação “Ágata Amazônia 2002” realiza patrulha naval

No contexto da Operação “Ágata”, a rota do tráfico internacional de entorpecentes e garimpo ilegal de minério, no Rio Japurá, localizado no interior do Amazonas, na fronteira com a Colômbia, vem sendo alvo da Operação “Ágata Amazônia 2022”. Na ação deflagrada pelo Comando Conjunto Amazônia, no dia 26 de março, foi realizada pela Força Naval Componente da Marinha, em parceria com militares da Companhia de Operações Especiais, da Polícia Militar do Amazonas a apreensão de cerca de 230 quilos de entorpecentes, avaliados em R$ 3,4 milhões.

Durante a operação foi presa uma pessoa com dupla cidadania a qual foi encaminhada para a Polícia Civil do Estado do Amazonas.

blank
Durante a operação, cerca de 230 quilos de entorpecentes foram apreendidos

A Operação “Ágata” tem como objetivo manter a soberania do País, por meio do combate ao tráfico de drogas e armamentos, por via fluvial, e coibir a ação de embarcações do tipo “draga”, utilizadas para a extração ilegal de minérios sem autorização dos órgãos competentes.

Marcelo Barros, com informações da Marinha do Brasil
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Assessoria de Comunicação (UNIALPHAVILLE), MBA em Jornalismo Digital (UNIALPHAVILLE), Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui