Brasília (DF) – O General de Exército Júlio Cesar de Arruda passou o comando do Exército Brasileiro ao General de Exército Tomás Miguel Miné Ribeiro Paiva em uma cerimônia, no Quartel-General do Exército, nesta terça-feira, 7 de fevereiro.

Em seu discurso de despedida, o General Arruda lembrou do orgulho de ter vestido a farda verde-oliva, que envergou por 48 anos, e citou a conhecida fala do General Octávio Costa, afirmando que a farda não é uma veste que se despe com facilidade e indiferença, mas uma outra pele, que adere à própria alma.

Ao saudar o novo Comandante do Exército, General Tomás, o General Arruda afirmou que lhe passa um Exército dedicado e comprometido com sua missão constitucional, uma instituição de Estado, respeitada, apolítica e apartidária, um Exército digno da pátria brasileira. Disse que, com a liderança do Comandante substituto, o Exército permanecerá sempre pronto, unido e coeso, impondo os eternos valores, as tradições e os princípios.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

A cerimônia contou com a presença de autoridades civis e militares: Ministro da Defesa, antigos comandantes e oficiais do Alto-Comando de ontem e de hoje. Na oportunidade, foi lido o currículo do novo Comandante e realizada a passagem da espada do invicto Duque de Caxias.

Novo Comandante

O General de Exército Tomás Miguel Miné Ribeiro Paiva nasceu em 29 de setembro de 1960, na cidade de São Paulo (SP), é filho de Clibas Ribeiro Paiva e de Maria da Conceição Miné Ribeiro Paiva.

Incorporou às fileiras do Exército em 3 de março de 1975, na Escola Preparatória de Cadetes do Exército, sediada em Campinas (SP), tendo sido declarado aspirante a oficial da Arma de Infantaria em 12 de dezembro de 1981.

Além dos Cursos de Formação, de Aperfeiçoamento, de Comando e Estado-Maior, realizou os cursos Básico Paraquedista, Mestre de Salto, Estágio Básico e Avançado de Salto Livre, Precursor Paraquedista, Estágio de Comunicação Social e Curso de Especialização em Gerenciamento de Projetos pela Fundação Getúlio Vargas.

Foi nomeado Professor Honoris Causa da Academia de Guerra do Exército do Equador, tendo recebido o Distintivo de Comando e Estado-Maior daquele país. Foi palestrante de diversos estabelecimentos de ensino civis e militares, entre os quais se destacam o Instituto Rio Branco, do Ministério das Relações Exteriores, e o Colégio Interamericano de Defesa.

Em 31 de julho de 2019, ascendeu ao posto de general de exército, mais alto posto da carreira, e passou a integrar o Alto-Comando do Exército, órgão colegiado em que são examinados e equacionados os assuntos relativos ao Exército.

Foi agraciado com diversas condecorações nacionais e estrangeiras, entre as quais se destacam: Ordem do Mérito Militar (grã-cruz); Ordem do Mérito da Defesa (grande-oficial); Ordem do Mérito Naval (grande-oficial); Ordem do Mérito Aeronáutico (grande-oficial); Ordem do Mérito Judiciário (alta distinção); e Ordem do Mérito do Ministério Público Militar (grande-oficial).

Fonte: Centro de Comunicação Social do Exército

Marcelo Barros, com informações do Exército Brasileiro
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Assessoria de Comunicação (UNIALPHAVILLE), MBA em Jornalismo Digital (UNIALPHAVILLE), Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).