O palestrante é o Adriano Júnior Dias, Executivo de Negócios Estratégicos

A Dígitro Tecnologia, reconhecida líder nacional em inovações para a área de Segurança Pública, faz uma apresentação impactante no Marítimo Sul Brasil 2023, que ocorre nos dias 29 e 30 de novembro, na FIESC em Florianópolis-SC. O evento é um marco no setor marítimo/portuário, náutico, naval e pesqueiro, reunindo um público diversificado, incluindo empreendedores, investidores, autoridades, estudantes e a sociedade civil organizada.

Inovação e Segurança: A Plataforma UNA

A presença da Dígitro no evento é marcada pela plataforma de comunicação unificada UNA, que ostenta a certificação do Ministério da Defesa como um Produto Estratégico de Defesa (PED). Esta solução inovadora oferece recursos de comunicação integrada, incluindo áudio, vídeo e mensagens de texto, garantindo operações seguras e eficientes mesmo em situações sem cobertura de internet.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

Aprepara: Gestão Eficiente em Campo

Outro destaque é o sistema Aprepara, projetado para a gestão e operação otimizada de serviços em campo. Esta ferramenta proporciona controle e agilidade excepcionais no gerenciamento de equipes, crucial para atividades marítimas e costeiras.

Parceria Estratégica para a Segurança Nacional

Segundo Octavio Carradore, Diretor de Relações com o Mercado da Dígitro, as soluções apresentadas são pioneiras em colaboração com a segurança nacional, destacando-se pela rastreabilidade, segurança e robustez. A Dígitro, como uma Empresa Estratégica de Defesa (EED) reconhecida pelo Ministério da Defesa, cumpre requisitos rigorosos no desenvolvimento de seus produtos, contribuindo significativamente para a soberania e a segurança do Brasil.

Impacto no Setor Marítimo

A participação da Dígitro no Marítimo Sul Brasil 2023 ressalta seu compromisso com o avanço tecnológico e a segurança no setor marítimo. As soluções da empresa não só atendem às necessidades imediatas de comunicação e gestão, mas também estabelecem novos padrões de eficiência e segurança no ambiente marítimo e portuário.

Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Universidade Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).