No último domingo, a praia do Leblon no Rio de Janeiro foi palco da 11ª Caminhada pela Conscientização do Autismo, um evento significativo que destacou a importância da inclusão e do entendimento do Transtorno do Espectro Autista (TEA). A Marinha do Brasil, através da Banda Marcial do Corpo de Fuzileiros Navais, desempenhou um papel central na cerimônia, proporcionando não apenas música, mas também um forte símbolo de apoio à causa.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

Uma Homenagem Musical e Visual

Durante o evento, que homenageou o Dia Mundial do Autismo, a Banda Marcial apresentou uma série de canções populares e executou formações que incluíam caracteres e desenhos alusivos ao TEA. Aproximadamente 100 militares, equipados com instrumentos de sopro, percussão e gaita de fole, formaram um coração ao final do evento, enquanto o público participava soltando balões azuis, simbolizando a luta pela conscientização do autismo.

Engajamento e Impacto Social

Ilton Caruso, um dos organizadores do evento e pai de uma criança autista, destacou a importância da parceria com a Marinha: “Essa parceria com a Marinha fez total diferença, pois cativou mais e mais pessoas a estarem presentes e conhecerem essa causa”. Caruso enfatizou a necessidade de uma sociedade mais inclusiva, uma mensagem que resonou fortemente através das atividades do dia.

Denise Aragão, da ONG Mundo Azul, apontou para o crescimento exponencial nos diagnósticos de autismo, o que reforça a urgência de eventos como este para iluminar a questão e mobilizar o apoio público e privado.

Próxima Caminhada e Expectativas

A próxima Caminhada pela Conscientização do Autismo ocorrerá no domingo, 14 de abril, na Praia da Bica, Ilha do Governador-RJ. O evento contará novamente com a performance da Banda de Música do CFN, que incluirá clássicos infantis e sucessos da MPB. A iniciativa busca ampliar a visibilidade da causa, promover a inclusão e oferecer recursos e informações vitais para as famílias e o público em geral.

Repercussão e Comentários Públicos

Participantes como Fawn Gomes e o dublador Guilherme Montenegro expressaram o quanto eventos como este são importantes para eles pessoalmente e para a comunidade autista em geral. A participação da Marinha foi especialmente apreciada, com muitos destacando como a música e a presença dos militares trouxeram um sentimento de união e celebração para o evento.

Marcelo Barros, com informações da Agência Marinha
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Assessoria de Comunicação (UNIALPHAVILLE), MBA em Jornalismo Digital (UNIALPHAVILLE), Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).