Entre os dias 24 e 30 de outubro, 222 alunos da Escola de Formação de Oficiais da Marinha Mercante (EFOMM) embarcaram em uma jornada única a bordo do Navio-Aeródromo Multipropósito “Atlântico”. Nesta operação, que ocorreu entre o Rio de Janeiro (RJ) e Santos (SP), jovens aspirantes a oficiais puderam vivenciar de perto a emocionante rotina a bordo do maior navio da Esquadra, adquirindo experiências valiosas para suas futuras carreiras.

Uma Oportunidade Única de Aprendizado

blank
Alunos da EFOMM participam da “Mercantex 2023”, a bordo do NAM “Atlântico” – Foto 1ºSG FN AT Pinho

Durante essa experiência, 82 alunos do segundo ano e 140 do primeiro ano tiveram a chance de colocar em prática os conhecimentos adquiridos em sala de aula, laboratórios e simuladores. Para os calouros, essa vivência auxiliará na escolha de suas futuras especialidades, permitindo-lhes explorar diversas áreas antes de tomar uma decisão importante.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

A Rotina a Bordo do ‘Atlântico’

Os alunos acompanharam de perto as atividades realizadas a bordo, incluindo navegação, controle da propulsão do navio, exercícios de combate a incêndio e abandono. Essa imersão proporcionou aos futuros oficiais uma visão abrangente das responsabilidades e desafios que podem enfrentar em suas carreiras na Marinha Mercante.

Preparando-se para o Futuro

Aluna do primeiro ano da EFOMM, Cléo Pereira e Ferreira – Foto 1ºSG FN AT Pinho

Ao final do embarque, os alunos terão que escolher suas especialidades, uma decisão que moldará suas carreiras. Para muitos, a vivência no “Atlântico” será determinante na escolha da área de atuação. Esta experiência única oferece uma visão realista das futuras responsabilidades de cada um, permitindo-lhes tomar decisões informadas sobre seus futuros na Marinha Mercante.

A Escola de Formação de Oficiais da Marinha Mercante, sediada no Centro de Instrução Almirante Graça Aranha (CIAGA), é uma instituição de excelência que forma profissionais para a Marinha Mercante Brasileira. Localizado no Rio de Janeiro, o CIAGA oferece uma ampla variedade de cursos para preparar os futuros líderes da indústria marítima.

Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Universidade Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).