Nos dias 28 e 29 de setembro, Salvador foi palco de um grande evento voltado para o setor de defesa e segurança: a 1ª “INOVA BIDS”. Organizada pela Associação Brasileira das Indústrias de Materiais de Defesa e Segurança (ABIMDE), a feira aconteceu nas modernas instalações do SENAI CIMATEC. O evento teve como objetivo reunir os principais atores do setor para promover o compartilhamento de conhecimentos, apresentar novas tecnologias e soluções inovadoras, além de fortalecer parcerias estratégicas entre empresas, instituições de pesquisa, universidades e órgãos governamentais.

Presença Marcante da Marinha

A Marinha do Brasil, sempre atuante e inovadora, não poderia ficar de fora deste importante evento. Representada pelo Comando do 2o Distrito Naval, a Marinha não só participou ativamente das palestras, como também montou uma impressionante exposição no Centro de Defesa e Segurança do CIMATEC. Os visitantes puderam conhecer de perto equipamentos de segurança náutica da Capitania dos Portos da Bahia, materiais utilizados por equipes especializadas em Resposta Defesa Nuclear, Biológica, Química e Radiológica (NBQR) e equipamentos de controle de distúrbios do Grupamento de Fuzileiros Navais de Salvador. Além disso, foram apresentados materiais de sinalização náutica do Serviço de Sinalização Náutica do Leste, destacando a ampla atuação da Marinha em diferentes frentes.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

Importância da Inovação

Em um mundo cada vez mais tecnológico e dinâmico, a inovação no setor de defesa e segurança é fundamental. Eventos como a “INOVA BIDS” são essenciais para que as forças armadas e empresas do setor possam estar sempre atualizadas, buscando soluções que atendam às demandas atuais e futuras. A troca de experiências, o estabelecimento de parcerias e a apresentação de novas tecnologias garantem que o Brasil esteja sempre preparado para garantir a segurança de sua população.

A 1ª Mostra Inova BIDS foi um marco para o setor de defesa e segurança no Brasil. Com a participação ativa da Marinha e de diversos outros atores importantes, o evento mostrou que o país está no caminho certo quando se trata de inovação e tecnologia na área de defesa. Que venham as próximas edições!

Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Universidade Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).