blank
Pesquisadores do IEAPM inauguram os Laboratórios do Departamento de Biotecnologia Marinha

Google News

No dia 26 de abril, foram inaugurados cinco novos laboratórios nas instalações do Instituto de Estudos do Mar Almirante Paulo Moreira (IEAPM), Instituição Científica, Tecnológica e de Inovação (ICT-MB) subordinada ao Centro Tecnológico da Marinha no Rio de Janeiro (CTMRJ). Os novos laboratórios, todos integrantes ao Departamento de Biotecnologia Marinha desse Instituto, são: Laboratório de Biofilme e Biorremediação; Laboratório de Expressão Gênica; Laboratório Experimental Marinho; Laboratório de Biotecnologia Celular; e Laboratório Móvel de Biotecnologia Marinha. Este último foi denominado com o nome do Pesquisador Rogério Candella, sob forma de homenagem póstuma a esse insigne Pesquisador Sênior do Instituto, por sua contribuição àquele Departamento por mais de 30 anos.

Entre no canal do Defesa em Foco no Whatsapp e fique por dentro de todas as notícias do dia

O Departamento de Biotecnologia Marinha da Superintendência de Pesquisas do IEAPM já dispõe de um complexo de Laboratórios de Recursos Marinhos (LAREMAR), constituído do Laboratório de Genética Marinha, Laboratório de Genética Aplicada, Laboratório de Plâncton/Microbiologia, Laboratório de Cultivo de Organismos Marinhos, Laboratório de Histologia e Laboratório de Produtos Naturais, além de uma Coleção Científica. A infraestrutura recém-inaugurada permitirá consolidar os estudos sobre Biodiversidade e Genética, Bioprodutos e Biotecnologia Aplicada.

blank
Pesquisadoras descerram o Laboratório Móvel
“Pesquisador Rogério Candella”

Atualmente, os projetos do Departamento de Biotecnologia Marinha do IEAPM estão voltados para o desenvolvimento de métodos inovadores para monitorar o impacto do derramamento de óleo no ambiente marinho e na área da saúde, além de descobrir como combater os fenômenos de bioincrustação e bioinvasão marinhas. Patrocinada por editais da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (FAPERJ) e do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), a adaptação dos espaços físicos foi consumada para o estabelecimento de novas técnicas, como expressão gênica, biorremediação, biotecnologia celular e o cultivo de peixe-zebra, crustáceos e corais, com o objetivo de realizar bioensaios. O Laboratório móvel, por seu turno, foi construído com recursos da Petrobras. Em um futuro próximo, essa instalação será transportada para a Diretoria de Hidrografia e Navegação, viabilizando assim as pesquisas na Baía de Guanabara especificamente sobre um organismo marinho invasor importante: o coral sol.

O IEAPM é uma ICT-MB de referência no Setor de CT&I, responsável pela execução de pesquisas, desenvolvimentos, inovações e serviços tecnológicos nas áreas de Ciências do Mar, contribuindo para a ampliação do conhecimento, a utilização sustentável, a preservação do meio ambiente marinho e o desenvolvimento socioeconômico do País.