De 06 a 16 de dezembro, ocorreu a etapa final e presencial da revisão do Manual de Unidades Militares Logísticas das Nações Unidas. A atividade foi desenvolvida na cidade de Rawalpindi, Paquistão O evento contou com a presença de representantes de Estados-membros da ONU, tais como: Alemanha, Brasil, China, Marrocos e Paquistão. Na ocasião o Brasil foi representado pelo encarregado do Centro de Operações de Paz de Caráter Naval (COpPazNav) da Marinha, Capitão de Fragata FN Carlos Eduardo Gonçalves da Silva Maia.

A revisão do Manual de Unidades Militares Logísticas das Nações Unidas objetivou atualização doutrinária do documento, cuja última atualização foi em 2015.

Na abertura do evento, o coordenador dos trabalhos, General Shahab, do Exército do Paquistão, ressaltou o comprometimento dos Estados-membros na condução da revisão, ainda que na vigência da pandemia.

Segundo o Comandante G.Maia, “ao Brasil foi destinado maior foco no capítulo que versa sobre treinamento, haja vista a reconhecida capacidade dos Centros de Operações de Paz brasileiros de cursos e estágios”.

blank

A revisão do Manual de Unidades Militares Logísticas das Nações Unidas proporcionará incremento significativo nas tarefas das Unidades Logísticas de campo, contribuindo para a entrega de um Apoio de Serviços ao Combate em melhores condições no decorrer das Operações de Paz.

Por Comandante Cleber Ribeiro, com informações do Centro de Operações de Paz de Caráter Naval (COpPazNav).

Fotos: Acervo COpPazNav

Marcelo Barros
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Universidade Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui