Atividade industrial de setembro está acima do usual para o mês, mostra CNI

blank

Google News

A indústria brasileira vai, aos poucos, se recuperando da crise desencadeada pela pandemia do coronavírus. É o que apontam os dados da Sondagem Industrial, pesquisa da Confederação Nacional da Indústria (CNI) divulgada na manhã desta segunda-feira (26). O levantamento detectou nova aceleração da atividade industrial, em setembro, com aumento significativo das contratações.

O índice de evolução da produção atingiu 59,1 pontos no mês passado, bem acima da linha divisória de 50 pontos. A alta da produção foi acompanhada também de mais contratações. O índice do número de empregados alcançou 55,3 pontos. A ociosidade do parque industrial está em queda e a intenção de investir do empresário subiu pelo sexto mês consecutivo. Foram entrevistadas 1881 empresas, sendo 734 pequenas, 674 médias e 473 de grandes, entre 1º e 14 de outubro.

Todos os indicadores da pesquisa apontam para o processo de recuperação econômica da indústria. “A atividade industrial de setembro se mostrou um ponto fora da curva para o mês. Nesse mês, podemos observar com clareza o processo de recuperação da economia, a alta de demanda e a necessidade de repor os estoques, que seguem baixos. A indústria operou acima do usual, com utilização da capacidade instalada acima do registrado nos últimos anos”, avalia o gerente de Análise Econômica da CNI, Marcelo Azevedo.

O índice de evolução do número de empregados é o maior valor da série histórica mensal, iniciada em janeiro de 2011, o que denota que a alta das contratações em setembro, em relação a agosto, foi bastante significativa. Embora esse dado seja importante para o momento de recuperação, é preciso destacar que as altas registradas desde junho deste ano ocorrem depois de fortes quedas observadas entre os meses de março a maio, que levaram o emprego a um patamar muito baixo.

A Utilização da Capacidade Instalada (UCI) da indústria ficou em 72% em setembro, aumento de 1 ponto percentual em relação a agosto. O índice de UCI efetiva em relação ao usual passou a situar-se acima da linha divisória, em 50,4 pontos; o indicador mostra que a atividade industrial está operando acima do nível usual para o mês. Desde novembro de 2010, quando registrou 50,5 pontos, o índice não mostrava aquecimento excepcional da atividade industrial.

Fonte: BIDS

Assine nossa Newsletter


Receba todo final de tarde as últimas notícias do Defesa em Foco em seu e-mail, é de graça!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui