No dia 15 de março, o Regimento Sampaio, uma instituição que é sinônimo de tradição e inovação dentro do Exército Brasileiro, recebeu a visita ilustre do General de Divisão Eduardo Tavares Martins, comandante da 1ª Divisão de Exército – Divisão Mascarenhas de Moraes. Este encontro simboliza o elo contínuo entre a honra do passado e o compromisso com o futuro da defesa nacional.

Demonstração de Capacidade e Tecnologia

blank

A formatura geral do 1º Batalhão de Infantaria Mecanizado (Escola) foi palco para a demonstração dos avanços tecnológicos incorporados pela unidade, destacando-se as modernas viaturas blindadas Guarani. Essa demonstração reafirma a importância do processo de mecanização, essencial para a modernização e eficácia operacional das Forças Armadas Brasileiras.

Educação e Liderança Militar

A visita também foi marcada pela palestra ministrada pelo General Eduardo, que abordou temáticas vitais para o desenvolvimento de carreiras, aprimoramento do serviço militar e as diretrizes para o ano de instrução de 2024. Esse momento de compartilhamento de conhecimento sublinha o papel da liderança na formação e na inspiração de novas gerações de militares.

Tradição e Heroísmo

O 1º Batalhão de Infantaria Mecanizado, conhecido historicamente como Regimento Sampaio, possui uma trajetória de heroísmo e contribuição decisiva nas páginas da história militar brasileira. Desde sua participação na Guerra da Tríplice Aliança até a marcante atuação na 2ª Guerra Mundial, especialmente na Batalha de Monte Castelo, o regimento se destaca como um exemplo de coragem, determinação e patriotismo.

Consolidação da Modernidade

A transição para Batalhão de Infantaria Mecanizado (Escola) em 2019, enfatizando a incorporação das viaturas Guarani, reflete o esforço contínuo do Exército Brasileiro em alinhar tradição com modernidade. Esse movimento estratégico visa a preparação para os desafios contemporâneos, garantindo a prontidão e a capacidade de resposta às ameaças à segurança nacional.

Marcelo Barros, com informações e imagens do Exército Brasileiro
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Assessoria de Comunicação (UNIALPHAVILLE), MBA em Jornalismo Digital (UNIALPHAVILLE), Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).