A 1ª Reunião de Comando de 2024 do Comando Militar do Nordeste (CMNE) marca um momento decisivo para as estratégias de defesa e segurança na região Nordeste do Brasil. Realizada virtualmente a partir do histórico Forte Guararapes, o Quartel-General do CMNE em Recife (PE), esta reunião reflete o compromisso contínuo das Forças Armadas com a inovação e a eficiência operacional, adaptando-se às necessidades do momento sem perder a essência de sua missão.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

Liderança e Diretrizes Claras para o Futuro

Presidida pelo General de Exército Maurílio Miranda Netto Ribeiro, Comandante Militar do Nordeste, a reunião contou com a participação integral dos comandantes em diversos níveis da cadeia de comando. Esse encontro foi palco para a transmissão de Diretrizes de Comando cruciais, estabelecendo um diálogo direto e efetivo sobre as prioridades e objetivos para a região em um ano que promete desafios e oportunidades.

Uma Visão Compartilhada de Segurança e Desenvolvimento

As Diretrizes de Comando transmitidas na reunião são fundamentais não apenas para a definição das estratégias de segurança na região, mas também para o alinhamento das forças em torno de uma visão compartilhada de desenvolvimento e estabilidade. Ao promover uma compreensão clara das metas e expectativas para o ano, o CMNE reforça seu papel como pilar de segurança e progresso no Nordeste brasileiro.

Adaptação e Cooperação: Pilares para o Sucesso

A decisão de realizar a reunião por videoconferência reflete uma adaptação significativa às realidades atuais, mostrando a capacidade das Forças Armadas de incorporar tecnologias emergentes em suas operações. Essa abordagem não só garante a continuidade das atividades essenciais de comando e controle, mas também destaca a importância da cooperação e da comunicação eficaz em todos os níveis da cadeia de comando para o sucesso das missões.

Marcelo Barros, com informações do Exército Brasileiro
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Assessoria de Comunicação (UNIALPHAVILLE), MBA em Jornalismo Digital (UNIALPHAVILLE), Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).