Presidente fez explanação sobre temas de interesse aos alunos

Presidente visita a ABIN

O presidente da República, Jair Bolsonaro, visitou a Agência na manhã desta quarta-feira – 9 de dezembro. Bolsonaro fez uma explanação sobre temas de interesse do Estado aos alunos da pós-graduação em Gestão Integrada da Atividade de Inteligência (CGII) e do Curso de Aperfeiçoamento em Inteligência (CAI).

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

O encontro do presidente com os servidores da ABIN e do SISBIN ocorreu no prédio da Direção da Agência, em Brasília/DF. O diretor-geral Alexandre Ramagem e o ministro do GSI, Augusto Heleno, também participaram.

“A gente não pode se privar da Inteligência. O fluxo de informações é importante para nós”, disse o presidente. “O trabalho de Inteligência é um trabalho que vai alimentando o poder para tomar decisões acertadas no futuro”, complementou.

Bolsonaro também pontuou que “nós queremos que vocês [Inteligência], cada vez mais, tenham meios e trabalhem para o nosso Brasil”.

blank
Encontro de Bolsonaro com servidores da ABIN e do SISBIN ocorreu na sede da Agência, em Brasília

Importância

O diretor-geral, Alexandre Ramagem, destacou a satisfação da Agência em receber o presidente para falar com os alunos das turmas do CGII e do CAI. “Dois dias atrás nós celebramos o 21º aniversário da ABIN e do SISBIN e é com muita felicidade que nós o recebemos aqui”.

Ramagem ressaltou a integração propiciada pela pós-graduação. “Nesses novos tempos nós expandimos para os demais integrantes do SISBIN”, comentou. Para o diretor-geral, “o Brasil, com esse vetor de crescimento, demanda uma Inteligência de qualidade que esteja bem integrada e capacitada”.

Diretor-geral da ABIN, Alexandre Ramagem destacou que o Brasil precisa de uma Inteligência integrada e capacitada

O ministro Augusto Heleno expôs que a Agência “é uma entidade que existe para proporcionar [à Presidência da República] as melhores informações possíveis sobre diferentes acontecimentos”. O chefe do GSI ainda comentou os desafios em produzir conhecimentos de Inteligência na velocidade dos tempos atuais.

Cursos

O CGII é uma pós-graduação lato sensu oferecida pela Escola de Inteligência (Esint) a servidores da Agência e a profissionais de órgãos integrantes e parceiros do SISBIN. A atual turma iniciou suas atividades em setembro deste ano.

Já o CAI é um curso de aperfeiçoamento voltado a oficiais de Inteligência da ABIN.

Fonte: ABIN

Marcelo Barros
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Universidade Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).