Numa iniciativa que transcende os limites da sala de aula e aborda uma das questões mais críticas da atualidade — o desperdício de alimentos —, três alunas do Colégio Militar do Recife apresentam um projeto que pode mudar a forma como lidamos com a conservação de alimentos. O “Pitomba’s World”, inspirado na tradicional Festa da Pitomba em Pernambuco, não só presta homenagem à riqueza natural da região, mas também aponta para um futuro onde o desperdício de alimentos pode ser significativamente reduzido.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

Da Observação à Ação

O projeto teve início com uma simples observação: a quantidade significativa de partes não comestíveis da pitomba descartadas durante sua festa anual. Esse insight levou Ana Júlia Morais Santos Leite, Letícia Araújo Saraiva e Maria Laura de Oliveira Silva a investigar o potencial antioxidante da folha da pitomba, com o objetivo de retardar o amadurecimento dos alimentos. O resultado? Um extrato com capacidades impressionantes de preservação, que poderia substituir conservantes tradicionais prejudiciais à saúde.

Um Extrato com Potencial Revolucionário

Os testes laboratoriais realizados pelas estudantes demonstraram que o extrato da folha da pitomba é capaz de retardar eficazmente o apodrecimento e a germinação de alimentos como bananas e sementes de coentro. Esse avanço representa não apenas uma alternativa segura aos conservantes químicos, mas também uma solução acessível, com a produção caseira do extrato estimada em apenas R$ 6,00 por litro.

Além da Conservação de Alimentos

O alcance do “Pitomba’s World” vai além da mera conservação de alimentos. As alunas estão expandindo a pesquisa para avaliar o impacto ambiental do extrato e sua segurança para consumo humano. Com planos de submeter o projeto ao Comitê de Ética em Pesquisa e iniciar o processo de patenteamento, elas estão na vanguarda de uma solução sustentável que promete combater o desperdício de alimentos e contribuir para a erradicação da fome, alinhando-se aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU.

Um Futuro Promissor

Representando uma nova geração de líderes preocupados com a sustentabilidade e inovação, o “Pitomba’s World” está na fase final da Feira Brasileira de Ciências e Engenharia (FEBRACE), demonstrando o potencial significativo de impactar positivamente a sociedade. Sob a orientação da professora Patricia Campos, o projeto destaca-se não apenas pela sua base científica sólida, mas também pelo seu compromisso em fornecer soluções práticas para problemas globais.

Uma Visão de Futuro

Com o “Pitomba’s World”, Ana Júlia, Letícia e Maria Laura estão à frente de um movimento que busca não só educar sobre a importância da sustentabilidade e da conservação de alimentos, mas também empoderar indivíduos e comunidades a tomar ações concretas para um futuro mais sustentável. Este projeto é um testemunho da capacidade inovadora dos jovens e do potencial transformador da ciência aplicada ao bem comum.

Marcelo Barros, com informações do Exército Brasileiro
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Assessoria de Comunicação (UNIALPHAVILLE), MBA em Jornalismo Digital (UNIALPHAVILLE), Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).