Operação Hórus realiza maior apreensão de drogas do País Operação do programa VIGIA do Ministério da Justiça e Segurança Pública em parceria com o Estado do Mato Grosso do Sul apreende 33 toneladas de maconha em Maracaju (MS)

O crime organizado nas fronteiras teve prejuízo de R$ 275 milhões, em agosto, com a apreensão de 50,2 toneladas de drogas e produtos de contrabando – exportação de mercadoria proibida – e descaminho – alteração do valor do imposto sobre produtos. O resultado é da Operação Hórus, por meio do programa Guardiões das Fronteiras, coordenado pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública.

Os estados que mais se destacaram foram Mato Grosso do Sul com a apreensão de 31,9 toneladas de drogas e Paraná, com 14,9 toneladas. Juntos, eles causaram um prejuízo estimado de R$ 144 milhões ao crime nas fronteiras brasileiras: Mato Grosso do Sul com R$ R$ 93,6 milhões e o Paraná com R$ 50,4 milhões.

Balanço

Desde o início da Operação Hórus, em abril de 2019 a agosto deste ano, foram mais de 1,6 mil toneladas de drogas e produtos de contrabando e descaminho apreendidos, com prejuízo estimado de R$ 6,4 bilhões ao crime.

O foco da operação é combater o crime organizado ao longo dos 6,8 mil km de fronteira terrestre no Brasil. Mais de 800 profissionais de segurança pública, entre estaduais e federais, atuam de forma permanente em 14 estados. A atuação se dá por quatro arcos: Sul (Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul); Central (Mato Grosso do Sul, Mato Grosso e Rondônia); Norte (Acre, Amazonas, Amapá, Roraima e Pará); e Divisas (Goiás, Tocantins e Rio Grande do Norte).

Arco Sul (PR, SC e RS)

Em agosto deste ano, 15,7 toneladas de drogas foram apreendidas, sendo: Paraná (14,9t), Santa Catarina (185 kg) e Rio Grande do Sul (643 kg). O prejuízo ao crime é estimado em R$ 72,3 milhões.

Considerando o período de abril de 2019 a julho deste ano, o total apreendido em drogas foi de 210,2 toneladas, com prejuízo ao crime estimado em R$ 1,2 bilhão.

Arco Central (MS, MT e RO)

Em agosto de 2022, 33,4 toneladas dr drogas foram aprendiddas, sendo: Mato Grosso do Sul (31,9 t), Mato Grosso (1,5 t) e Rondônia (9,5 kg). O prejuízo ao crime é estimado em R$ 129,5 milhões.

Considerando o período de abril de 2019 a julho deste ano, foram 1.295,4 toneladas de drogas apreendidas, com prejuízo ao crime estimado em R$ 3,6 bilhões.

Arco Norte (AC, AM, AP, RR, PA)

Em agosto de 2022, 690,4 kg de drogas foram apreendidas, sendo: Acre (24,11 kg); Amazonas (658,6 kg); Amapá (2 kg); e Roraima (5,69 kg). O prejuízo ao crime é estimado em R$ 25,8 milhões.

Considerando o período de abril de 2019 a julho deste ano, o total apreendido em drogas foi de 61,4 toneladas, com prejuízo ao crime estimado em R$ 1,1 bilhão.

Arco Divisas (GO, TO, RN)

Em agosto de 2022, 361,3 kg de drogas foram apreendidos, sendo Goiás (265 kg); Tocantins (90,3 kg); e Rio Grande do Norte (6 kg). O prejuízo é estimado em R$ 45,2 milhões.

Considerando o período de abril de 2019 a julho deste ano, foram 52,7 toneladas de drogas apreendidas, com prejuízo ao crime estimado em R$ 628,8 milhões.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui