MG Marcelo Rey tomou posse durante cerimônia militar na CPES

A Capitania dos Portos do Espírito Santo (CPES) vivenciou um momento significativo com a posse do Capitão de Mar e Guerra (CMG) Marcelo Rey de Lima, em uma cerimônia que simboliza não apenas uma mudança de liderança, mas também a continuidade do compromisso com a segurança marítima. Esta transição, ocorrida na presença de autoridades civis e militares, incluindo o Governador Renato Casagrande, reafirma a importância da CPES na garantia da segurança da navegação e na salvaguarda da vida humana no mar, essenciais para o estado do Espírito Santo.

A Cerimônia: Um Reflexo de Integração e Colaboração

download
Governador do ES e outras autoridades civis e militares prestigiaram a cerimônia

Realizada na sede da CPES, em Vitória, a cerimônia contou com a presença de figuras proeminentes do cenário político e militar, refletindo a integração entre as diferentes esferas do governo e das Forças Armadas. A presença de representantes de várias instituições e da comunidade marítima capixaba destaca o papel da CPES como um elo de ligação entre a Marinha e a sociedade, enfatizando sua missão de atuar na proteção ambiental e na prevenção da poluição hídrica.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

O Legado e os Desafios Futuros

O CMG Marcelo Rey sucede o CMG Alexsander Moreira dos Anjos, após um ano de gestão dedicada à missão da Capitania. O novo Capitão dos Portos enfrentará o desafio de manter a excelência nas operações marítimas ao longo dos 411 km do litoral capixaba. A expectativa é que ele dê continuidade às práticas bem-sucedidas de seu predecessor, ao mesmo tempo em que introduz novas estratégias e tecnologias para melhorar ainda mais a eficiência e a segurança na região.

Compromisso Renovado com a Segurança Marítima

A posse do CMG Marcelo Rey é um marco para a CPES e para a segurança marítima no Espírito Santo. Com um novo líder no comando, a Capitania dos Portos está preparada para enfrentar os desafios contemporâneos da navegação, salvaguarda da vida no mar e preservação do meio ambiente marinho. Este evento reforça o compromisso da Marinha do Brasil com a segurança nacional e a proteção das águas brasileiras.

Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Universidade Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).