Walter Bartels em evento no Congresso Nacional (Divulgação/Agência Câmara)

É com imenso pesar que a comunidade aeroespacial brasileira recebe a notícia do falecimento de Walter Bartels, ex-presidente da Associação das Indústrias Aeroespaciais do Brasil (AIAB). Bartels, que liderou a associação por quase um quarto de século, de 1995 a 2019, faleceu nesta terça-feira, aos 84 anos. A AIAB expressa suas condolências à família e amigos, reconhecendo a imensa contribuição de Bartels para o setor aeroespacial do país.

Formação e Início da Carreira: Os Primeiros Voos

Walter Bartels, formado pelo renomado Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) e pela École du Personnel Navigant D’Essais et Recèption, em Istres, França, iniciou sua carreira em 1964 no Centro Técnico Aeroespacial. Dedicou-se, inicialmente, aos ensaios em voo, participando do primeiro voo experimental da aeronave Bandeirante, marco significativo na indústria aeronáutica brasileira. Sua habilidade e paixão pela aviação logo o levaram a posições de destaque, contribuindo para a ascensão da indústria aeroespacial nacional.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

Uma Vida Dedicada à Embraer e à Inovação Aeronáutica

Bartels juntou-se à Embraer em 1976, onde teve papel crucial em diversos projetos inovadores, como AMX, Tucano França, Tucano Egito, CBA-123, SIVAM e AL-X. Seu trabalho na Embraer, combinado com a atuação como professor visitante do ITA, solidificou sua reputação como uma figura central no desenvolvimento aeroespacial do Brasil. Sua visão e liderança foram fundamentais para a modernização e o avanço tecnológico do setor.

Reconhecimento e Legado: Uma Vida de Conquistas

Como presidente da AIAB, Bartels desempenhou um papel significativo na promoção da competitividade e inovação tecnológica no setor aeroespacial. Além de suas responsabilidades na AIAB, ele serviu como diretor nos Departamentos de Competitividade e Tecnologia, e de Defesa e Segurança da FIESP, conselheiro do International Coordinating of Aerospace Industries Associations e membro do Conselho Técnico da Associação de Comércio Exterior do Brasil. No ano passado, foi homenageado pela AIAB em reconhecimento ao seu “grande legado deixado ao setor aeroespacial”.

Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Universidade Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).